Semana Internacional de Piano de Óbidos em julho e agosto

0
601

A SIPO – Semana Internacional de Piano de Óbidos está a festejar o seu 25º aniversário com mais uma edição, que conta com o alto patrocínio do Presidente da República, e que irá decorrer entre 22 de julho e 10 de agosto.

O Festival Internacional de Piano do Oeste vai contar com um leque de 15 concertos, desde o barroco ao contemporâneo, passando pela música jazz com um recital do Trio Mário Laginha. Os vários concertos do festival (entre os quais a estreia, em Portugal, dos pianistas Eugen Indjic e James Giles) vão passar pelo Centro Cultural das Caldas da Rainha, pelo Auditório Municipal de Óbidos, a Igreja Santa Maria de Óbidos, por Alcobaça e por Lisboa (Museu do Oriente).

O evento acolhe, este ano, duas vertentes de master classes, Música de Câmara e Piano. De 23 a 29 de julho decorre a formação de Música de Câmara, com a pianista Olga Prats, e de 28 de julho a 9 de agosto as master classes de Piano, que contam com a presença de 5 professores/pianistas dos Estados Unidos, França e Portugal – Boris Berman, James Giles, Manuela Gouveia, Eugen Indjic e Artur Pizarro.

“As master classes são já uma marca deste evento, para além da formação, garantem a quem nos visita a oportunidade de respirar a música que enche as ruas da vila, já que são abertas ao público e, por isso, permitem às pessoas absorverem o espírito deste evento”, refere Manuela Gouveia, diretora artística da SIPO e presidente da ACIM (Associação de Cursos Internacionais de Música).

Em comunicado a organização refere que “este ano, espera-se uma edição memorável capaz de reunir em Óbidos, nas Caldas da Rainha e na Região Oeste, um significativo número de visitantes, que aguardam o regresso dos sons do teclado, após a pausa obrigatória devido à pandemia”.

Manuela Gouveia assume que estão “muito confiantes neste regresso. Celebrar a música, o reencontro e poder devolver a Óbidos e à Região do Oeste o charme e o encanto deste evento. Isto tem, para nós, uma enorme importância. Estamos empenhados em proporcionar um programa memorável e que ultrapassará a fronteira da vila, tornando-se numa das mais importantes iniciativas de âmbito cultural da região do Oeste”.

O festival junta, ainda, a música às artes, com a galeria da Casa da Barbacam, em Óbidos, a receber a exposição “Transformações” – Fotografia e esculturas de bronze de Rainer Gross, escultor alemão reconhecido pelas suas instalações efémeras em edifícios históricos ou na natureza.
Reflexões sobre o estado da nossa sociedade também serão estimuladas através da palestra “Um mundo novo subjugado ao populismo? Cidadania precisa-se”, proferida por Miguel Raposo Magalhães.

O programa e outras informações úteis podem ser consultados aqui.