Eleições na Federação Distrital de Leiria do PS agendadas para 17 e 18 de Julho

0
96
Presidente da Câmara da Nazaré ocupa liderança da estrutura distrital de forma interina e quer, agora, ser eleito

Walter Chicharro e José Pereira dos Santos discutem acto eleitoral que estava inicialmente marcado para Março e que foi adiado devido à pandemia. Partido utiliza cadernos eleitorais à data do adiamento e garante que serão cumpridas as indicações da DGS

Joaquim Paulo
[email protected]

Ultrapassado o estado de emergência, o PS agendou as eleições para a Federação Distrital de Leiria para os próximos dias 17 e 18 de Julho. O acto eleitoral estava inicialmente marcado para 13 de Março, mas a pandemia levou o partido a adiar as eleições internas, tendo agora sido definida a nova data.
O partido fez saber que nestas eleições na Federação serão utilizados os cadernos eleitorais existentes à data do adiamento e que terão de ser cumpridas todas as regras de segurança emanadas pela Direção-Geral de Saúde para este tipo de iniciativas.
Na liderança interina da estrutura distrital do PS desde que António Sales passou a exercer funções governativas, o nazareno Walter Chicharro volta a apresentar-se a votos aos militantes, enfrentando José Pereira dos Santos.
“O PS é um partido em que os valores humanistas imperam, por isso sei que vamos realizar estas eleições com muita precaução, segurança e colocando sempre a saúde pública em primeiro lugar”, declarou na página oficial da candidatura o líder federativo em funções.
Presidente da Câmara da Nazaré desde 2013, ano em que recuperou uma autarquia que esteve nas mãos do PSD durante 20 anos, Walter Chicharro já disse que pretende recandidatar-se a um terceiro e último mandato nas próximas eleições autárquicas.
“No que toca à candidatura à federação distrital continuamos determinados no nosso caminho e confiantes na vitória para reforçar o PS e liderar a região”, sublinhou o socialista, que durante a campanha para a Federação DIstrital de Leiria apresentou uma queixa-crime contra os autores de uma carta anónima, com acusações diversas e cópias de documentos.
Segundo o candidato, a carta foi endereçada com a morada da sede nacional “ainda que tenha sido colocada em várias estações dos correios do concelho de Alcobaça e Caldas da Rainha”, mas como foram “vários os militantes que ficaram com dúvidas sobre a sua proveniência e sobre a forma como o autor terá tido acesso a dados reservados e sobre abrangência da lei de proteção de dados”, decidiu formalizar uma queixa ao ao Ministério Público.
José Pereira dos Santos parte para estas eleições com o objectivo de reforçar o PS no distrito nas próximas autárquicas. “Se estivermos unidos, conseguiremos maiores vitórias no futuro. E é com o objectivo de conseguir essa união que me candidato a presidente da Federação Distrital do PS”, declarou o advogado.