Caldas da Rainha vai voltar a receber a gala que distingue os melhores cartoonistas do mundo.
A 15ª edição da festa do World Press Cartoon está marcada para 19 de Setembro, no CCC, momento em que se vão conhecer os trabalhos seleccionados por um júri internacional, liderado pelo cartoonista António e que esteve reunido nas Caldas no passado mês de Fevereiro

A Gala do World Press Cartoon – salão internacional que distingue os melhores desenhos publicados na imprensa mundial (em edições em papel e on-line) ao longo do ano de 2019 – vai realizar-se no dia 19 de Setembro, no CCC. O espectáculo deste ano será animado pelo humorista belga Elliot Jenicot – que já esteve presente na edição de 2017 – e também pelo duo humorístico italiano Luce & Tino. A animação musical vai estar a cargo da Orquestra Ligeira Monte Olivett constituída por músicos da cidade e dirigida pelo maestro David Santos. A condução do espectáculo será feita por uma apresentadora da RTP.
Na exposição, que vai abrir ao público nessa data, poderão ser vistos os melhores trabalhos que foram submetidos ao concurso deste ano onde se destacaram figuras mediáticas como Trump, Bolsonaro, Putin, Greta Thunberg, bem como momentos relativos ao processo que ditou o Brexit. A exposição com os melhores cartoons de todo o mundo poderá ser apreciada, no CCC, até ao dia 15 de Novembro. No total, foram submetidos a concurso cerca de mil cartoons, oriundos de 50 países, que foram publicados pela imprensa (em papel e on-line) em 2019. As várias propostas concorreram às três categorias deste salão: caricatura, desenho de humor e cartoon editorial.
O júri desta edição – constituído por cartoonistas de França, Portugal, Polónia, Alemanha e de Cuba – seleccionou os vencedores deste ano em Fevereiro passado. Foram escolhidos os trabalhos de autores da Alemanha, Brasil, Croácia, Grécia, México, Nicarágua, Portugal e da Turquia.
A escolha para edição deste ano foi feita por um júri que integrou António Antunes (presidente do Júri e director do salão), Jacuk Wiejacki (Polónia), Osmani Simanca (Cuba), Sabine Glaubitz (Alemanha) e Jean-Michel Renault (França). A Câmara das Caldas investe 180 mil euros para a realização deste evento cuja gala – que inclui a entrega de prémios – vai seguir as normas impostas pela Direcção Geral de Saúde. Entre os prémios monetários conta-se o Grande Prémio que atribui 10 mil euros ao vencedor.