Praça da Fruta deverá voltar para o local de origem a 12 de Agosto

0
175

“Se tudo decorrer com alguma estabilidade em termos da crise epidemiológica que estamos a viver, estamos a apontar para 12 de Agosto o regresso da Praça da Fruta ao seu local de origem”, disse hoje, 31 de Julho o presidente da Câmara das Caldas, Fernando Tinta Ferreira. O autarca falava à margem do lançamento da plataforma de comércio local online dos CTT, que decorreu no Mercado do Peixe.

A autarquia já está a trabalhar no sentido de preparar o regresso da Praça da Fruta – que foi suspensa em Março e temporariamente transferida para a Expoeste em Abril -, mas ainda não estão fechadas todas as indicações da autoridade de saúde, que terá a última palavra acerca da reabertura. Entre as medidas previstas está o acesso reservado à praça, com a colocação de gradeamento que se retira todos os dias. A praça terá três entradas: uma no topo do tabuleiro, uma virada para a rua das Montras e outra na zona mais abaixo, “para a Rua da Liberdade não, para evitar que a praça seja utilizada só como passagem”, explicou.

Haverá o limite de utilizadores, garantido através do controlo de entradas. “Até ontem, e as regras estão a evoluir, as autoridades de saúde apontavam para 100 clientes em permanência”. Na Praça “haverá sentidos únicos”, com seguranças a sensibilizar para que se cumpram os circuitos, sem o cruzamento de pessoas. A utilização de máscara e de álcool-gel também são medidas obrigatórias, assim como as práticas ao nível da segurança e higiene dos produtos que já estavam a ser adoptadas na solução temporária que foi a Expoeste.

“O objectivo é dar segurança às pessoas de que podem ir ao seu mercado fazer as compras”, fez notar. “Estamos com alguma expectativa de que é possível voltar a funcionar sem riscos de maior para as populações e temos que, aos poucos, nos ir habituando a voltar a alguma normalidade com regras”.