Rap chega às aulas de Português e está a conquistar os estudantes

0
399

Aprender especificidades da língua portuguesa através do RAP é uma proposta que está a cativar os mais novos

“Rap por Miúdos” é como se chama o novo programa que irá funcionar integrado na disciplina de Português e que teve uma primeira experiência na Escola Básica D. João II, nas Caldas, no âmbito do Plano Nacional das Artes.
Nessa escola da cidade o Rap vai estar presente partir de outubro até às férias de Natal, pois será implementado nas turmas de 6.º e 9.º ano.
Esta é uma ideia de Elton Malta, criador do projeto que tem o objetivo de cativar os alunos para o estudo do texto poético através do Rap e que trabalhou a ideia com as professoras de Português daquele estabelecimento de ensino.

Nestas sessões estudam-se esquemas rimáticos e recursos expressivos recorrendo às letras de Rap que os alunos ouvem no seu dia-a-dia. Ou seja, estudam “a metáfora com rimas do Valete, a hipérbole com rimas do Dillaz, as multissilábicas com rimas do Sam The Kid, por exemplo”, especificou o coordenador do “RAP por Miúdos”.
“Uma das coisas mais importantes é proporcionar a riqueza e a experiência da expressão escrita e artística”, contou o rapper, acrescentando que o programa se divide em duas aulas de Português e uma sessão de gravação.

As rimas do Rap estão a ajudar os alunos a aproximarem-se das matérias específicas da disciplina de Português

Em cada aula haverá uma exposição teórica e de seguida é dado a escolher aos alunos um instrumental e um tema, sendo depois desafiados a escreverem as suas rimas.
“Na última sessão, cada aluno ou grupo faz a gravação áudio da sua parte e, no fim, junto tudo”, contou Elton Malta, acrescentando que enquanto trata do áudio com os alunos, é também gravado o videoclipe.
Com esta ideia pretende-se “proporcionar a experiência dos próprios alunos criarem e descobrirem que também conseguem fazer Rap, promovendo a expressão escrita e artística”, disse Elton Malta, que se diz pronto a implementar este projeto noutras escolas.
O “Rap por Miúdos” contou com o apoio de vários parceiros: o Agrupamento de Escolas da D. João II e docentes de Português, do Plano Nacional das Artes, do CCC das Caldas da Rainha (cedência de espaço para a gravação), Centro da Juventude das Caldas (cedência de material para a gravação), da Slang (produtora musical – apoio na pós-produção das músicas) e da produtora audiovisual Story Shot no apoio na produção dos videoclipes.
“O resultado foi surpreendente e para o ano promete haver mais, em mais escolas”, disse o rapper, satisfeito com os resultados obtidos com os alunos. Os interessados podem conhecer melhor o projeto no canal de YouTube “Rap por Miúdos”. ■