Turismo do Centro apelou a visitas ao Património Mundial

0
47

O Turismo do Centro apelou à visita aos monumentos e lugares classificados como Património Mundial numa conferência de imprensa realizada na manhã de 19 de Junho, no Mosteiro da Batalha.
O objectivo era demonstrar que a visita a estes locais é segura, dando confiança aos turistas.
Durante o encontro foram apresentados os resultados da Operação Lugares Património Mundial, que teve lugar nos últimos três anos e que teve uma dotação de dois milhões de euros do Programa Operacional do Centro.
O Guia de Lugares Património Mundial também foi apresentado nesta conferência, sendo lançado no dia seguinte com o Jornal Expresso. No ano passado os quatro lugares Património Mundial que se localizam na região Centro (nomeadamente o Mosteiro de Alcobaça, o Mosteiro da Batalha, o Convento de Cristo em Tomar e a Universidade de Coimbra/Alta e Sofia) receberam um total de um milhão e meio de visitantes.
A Câmara Municipal de Alcobaça marcou presença na conferência, fazendo-se representar pela vereadora da Cultura, Inês Silva, que defende “a importância de um regresso à normalidade possível da dinâmica de visitas e de valorização do património classificado pela UNESCO da região Centro, no qual o Mosteiro de Alcobaça se evidencia pela sua importância histórica”.
A autarca faz notar que se trata de “um novo desafio, complexo e meticuloso, que vai requerer o nosso total comprometimento” e garantiu que a autarquia alcobacense “estará sempre disponível para colaborar de forma proativa nesta importante missão de valorização do património, dado o seu relevante peso económico e social”.
Segundo o presidente do Turismo do Centro, Pedro Machado, está a ser desenvolvido um roteiro sobre a gastronomia desta região, que é composta por um total de 100 municípios e que tem uma grande riqueza e diversidade gastronómica.