Guias de São Lourenço

0
733

Como voluntária do grupo interparoquial de ação sócio-caritativa (conhecido como Guias de São Lourenço), não posso deixar passar a imprecisão referida na notícia “Solidários com as Instituições de Solidariedade Social de Óbidos”, publicada no jornal Gazeta das Caldas de dois de março de 2012, da autoria do Sr. Presidente da Comissão Política do CDS/PP em Óbidos, Sr. Carlos Pinto Machado.
É verdade que este grupo está ligado à Igreja Católica e desenvolve toda a sua atividade de voluntariado no âmbito do apoio social a famílias desfavorecidas. Mas não é verdade que não possa receber comparticipação em sede de IRS, pois embora não sendo constituído como uma IPSS, o seu suporte legal, como não poderia deixar de ser, é a Paróquia de São Pedro/Óbidos, onde possui a sua sede. Esta que por sua vez tem a situação perfeitamente regularizada nas Finanças e poderá comprovar eventuais donativos recebidos.
Aproveitamos para informar que atualmente a nível alimentar apoiamos cerca de cem famílias (mais ou menos 250 pessoas, com cabazes de alimentos de três em três semanas) e com  outros géneros, como medicamentos e artigos para a casa, ajudas técnicas e/ou vestuário, um número bem mais alargado que ultrapassa os limites do concelho de Óbidos.
Os recursos do grupo têm sido conseguidos apenas com as atividades desenvolvidas e a generosidade de alguns benfeitores que reconhecem a necessidade deste serviço e se identificam com as causas que movem o Grupo. Tem sido imprescindível o apoio direto do Banco Alimentar do Oeste, única instituição que sistematicamente tem colaborado connosco.
Agradecemos a colaboração da comunidade:
Quanto mais conseguirmos mais distribuiremos. A melhor garantia que podemos dar é continuarmos firmes, com motivação, empenho e seriedade, a lutar pelos que numa determinada fase das suas vidas se revelam menos fortes.

Isabel Araújo