PS/CALDAS – Carlos Tomás candidato à Comissão Política Concelhia

0
567

Nós, militantes do PS,
Queremos, antes de mais, saudar vivamente todas(os) as(os) camaradas, acreditando fortemente que, em conjunto, temos condições para dar sentido e fortalecer um projecto de mudança para o nosso concelho.
Os tempos são de mudança. O sistema político tem de reconhecer as suas grandes responsabilidades e promover a sua profunda reforma. A participação no sistema político local deve ser aberta e ampla.
Sem ética nenhum modelo de sociedade é viável.
Os tempos são, também, de debate sobre a reconstrução do socialismo, afirmando valores, dando-lhes expressão actual.
Cabe às bases do partido serem vectores indispensáveis dessa mudança.
Esta energia, move um grupo relevante de militantes a apoiar Carlos Tomás a coordenar esta luta, apoiando a sua candidatura à Comissão Política Concelhia das Caldas da Rainha.
Carlos Tomás afirmou “Todos nós, constatamos o momento difícil, que o país e em especial os caldenses atravessam, e nos impele a apresentar soluções alternativas, a enfrentar os desafios”.
Manifestou ainda que “O desafio autárquico é permanente e de todos nós. As autarquias modernas devem assumir como sua primeira prioridade o apoio ao desenvolvimento económico sustentável e ao emprego, à educação e ao apoio social. A sua gestão deve ser aberta e transparente, a todos nós, às entidades e às pessoas”.
Defende um modelo de actuação “Com ética, transparência e diálogo franco, assente numa acção, corajosa e ponderada, abrindo o partido a novas pessoas, a novos métodos e a novos pensamentos”.
Ambiciona para o PS “Tempos de debate e reflexão, sobre o socialismo enquanto pilar de uma vivência comunitária. Os princípios continuam a ser essenciais na determinação do caminho a seguir pela sociedade, por todos nós”.
Considera ser um entre iguais “O Presidente da Comissão Política Concelhia, acima de tudo, deve ser um coordenador e agregador de vontades, para o qual, a capacidade política e de liderança, assim como a experiência, são aspectos essenciais e determinantes”.
Assume como seu grande compromisso “Estar ao serviço das pessoas”.
Breve nota curricular do candidato a Presidente da CPC das Caldas da Rainha: Advogado, deputado na Assembleia Municipal de Caldas da Rainha, Presidente da Assembleia de Freguesia de Santa Catarina, dirigente associativo nas áreas desportiva e cultural.
Membro da Comissão de Jurisdição Federativa e da Comissão Política Federativa de Leiria e da Comissão Política Concelhia de Caldas da Rainha.
Desempenho das funções de Assessor do Secretário de Estado da Protecção Civil, Oficial do Exército Português e Administrador em Sociedade Comercial, tendo já integrado o Secretariado Federativo de Leiria e o Secretariado da Concelhia de Caldas da Rainha.
Apoiam a candidatura, Alberto Gonçalves, Ana Santos, Ana Teixeira, Ângela Antunes, António Bernardino, António Soares, Artur Fernandes, António Castelhano, António Filipe, António G. Santos, Bruno Nogueira, Carlos Enxuto, Carlos Matos, Carlos Tomás, Celeste Monteiro, Conceição Galveias, Daniel Almeida, Delfim Nogueira, Diogo Corte Real, Elizabete Rebelo, Elsa Severino, Francisco Salamanqueiro, Gina Domingues, Graciete Héliodoro, Helder Monteiro, João Santos, Joaquim Batista, José Francisco, José Manuel Santos, José Nascimento, Julio Soares, Lacerda da Fonseca, Luis Gonçalves, Maia Veiga, Manuela Falcato, Maria Antónia Nogueira, Maria de Jesus, Maria Gabriela Pato, Maria Sequeira, Marques Pereira, Marta Ramires, Nicolau Borges, Nuno Teixeira, Paulo Fernandes, Paulo Santos, Pereira da Silva, Raquel Madaleno, Ruben Simões, Rui Ventura, Sandra Rodrigues, Sonia Rosa, Tomás Rebelo.