PS/CALDAS – O abraço ao nosso hospital

0
409

Desde que participamos no arranque deste movimento tivemos duas semanas de constantes injúrias, mentiras e provocações, respondidas sempre por uma rigorosa contenção. A nossa indiferença às provocações era obrigatória, por vezes não compreendida por alguns, mas tínhamos de cumprir um objectivo maior – defender para as nossas gentes sem hesitações os cuidados de saúde hospitalares nesta região oeste norte.
A 15 de fevereiro o auditório 2 do CCC encheu pelas costuras (cerca de 250 pessoas) um auditório cheio de democratas só motivados por obter conhecimento sobre um tema que lhe dizia respeito e sobre o qual queriam tomar decisões.
Nessa sessão pública todos foram ouvidos e todos participaram nas decisões. Foi aprovada uma petição pública (o seu texto foi concluído por representantes dos que estiveram presentes) e marcada uma manifestação pacífica para todos dar-mos um abraço ao nosso hospital.
No dia 24 de fevereiro cumpriu-se o objectivo e os 250 do CCC transformaram-se em cerca de 2500 e foi bonito de ver, sem tutelas e sem líderes toda essa mole de gente fez uma demonstração de amor á sua terra e às gerações futuras. Foi de uma ternura enorme vermos todos quererem concluir o abraço, ouvia-se, viemos abraçar então temos de dar o abraço. E o abraço foi dado.
Quando todos nós estávamos para recolher a nossas casas porque a tarefa a que nos tínhamos proposto estava concluída começou como um sussurro e tornou-se como uma vontade colectiva, todos quisemos ir abraçar o nosso hospital termal, e este é o sinal de que não aceitamos o fecho deste hospital.
Estes abraços foram dados em família e tiveram a capacidade de tornar os nossos corações mais fraternos e todos nós ficarmos mais atentos e foi traçada uma linha que significa, que sobre estas questões centrais para as nossas vidas, para o nosso desenvolvimento e a sustentabilidade das futuras gerações, queremos ser ouvidos.
Tudo isto não é boato, isto passou-se durante os últimos 15 dias e já foram recolhidas cerca de 11500 assinaturas de acordo com a petição e não vai ficar por aqui.
O futuro não está garantido, a nossa atenção será determinante.
O próximo passo será a entrega da petição com as assinaturas na Assembleia da República.
Bem hajam a todos os que participaram neste início de luta,
podem sempre contar connosco.

O Partido Socialista das Caldas da Rainha