Desde o início do ano já foram confirmados mais de 2600 casos de covid-19 no Oeste

0
118

Torres Vedras, com 696 casos, e Alcobaça, com 601, são os concelhos da região com mais novos casos desde o início de 2021. Números da pandemia agravam-se

A pandemia está a agravar-se na região, com especial incidência desde o início do ano. Desde o dia 1 de janeiro já foram confirmados 2621 casos positivos de covid-19 no conjunto dos 12 concelhos do Oeste.

Há mais de 3000 casos ativos no Oeste. O concelho de Alcobaça tem atualmente 606 ativos e o das Caldas da Rainha tem 386

Em Torres Vedras houve em 2021 um total de 696 novas infeções, enquanto Alcobaça registou 606. Estes dois concelhos registam também um total de 1385 casos ativos no Oeste, sendo que, à data de fecho desta edição, estavam ativos 3163 casos.
Nas Caldas da Rainha registam-se, desde 1 de janeiro, 297 novas infeções. No concelho existem agora 386 casos ativos.
No mesmo período, em Alenquer foram confirmados 259 casos e em Peniche 205. Arruda dos Vinhos regista 148 novos casos confirmados, enquanto Sobral de Monte Agraço apresenta mais 98 infetados e Óbidos 93.
Os concelhos do Oeste com menos novos casos este ano são Bombarral, Cadaval e Nazaré, com 39, 40 e 59, respetivamente. Segue-se a Lourinhã, com 86.

Desde 1 de janeiro registou-se no conjunto dos doze concelhos do Oeste um total de 58 óbitos devido ao novo coronavírus

Desde o primeiro dia de 2021, registaram-se também 58 óbitos no Oeste, aumentando o número de vítimas mortais no conjunto dos 12 concelhos oestinos para um total de 223.
Os novos óbitos dividem-se por Caldas da Rainha (13), Óbidos (10), Alcobaça (7), Alenquer (6), Torres Vedras (6), Arruda dos Vinhos (5), Sobral de Monte Agraço (3) Lourinhã (3), Peniche (2) Bombarral (1), Cadaval (1) e Nazaré (1).

Melhorias nos lares das Caldas
Na última semana havia mais de cem casos positivos em lares das Caldas. Jorge Nunes, delegado de saúde coordenador do Agrupamento de Centros de Saúde Oeste Norte, explicou à Gazeta que, à hora do fecho desta edição, as situações nos lares estavam “estabilizadas”, salientando que foram feitas “vistorias a todos os lares” para perceber o que era necessário, por exemplo, ao nível da criação de alas separadas, da adaptação dos circuitos e do reforço dos recursos humanos.
Estas vistorias são realizadas pela autoridade de saúde, em colaboração com a Segurança Social e com a Proteção Civil local.
Aquele responsável explicou ainda que, tendo em conta que a maioria das situações já foi identificada há alguns dias, deverão agora começar a aparecer casos recuperados.
Desde o primeiro caso no Oeste, registado a 20 de março, já foram registadas 11124 infeções no conjunto dos 12 concelhos oestinos, das quais 7738 pessoas já recuperaram.

Casos em escola
O Agrupamento de Escolas Rafael Bordalo Pinheiro, de Caldas da Rainha, revelou a existência de 12 casos de infeção por covid-19 entre alunos. Todavia, metade daquele conjunto de alunos não chegaram a regressar à escola após a pausa letiva.
Neste momento, há cinco turmas que se encontram em isolamento profilático: a sala de Jardim de Infância de Santa Catarina, 2 turmas do 2.º ciclo da Escola Básica de Santa Catarina e 2 turmas do ensino secundário da Escola Secundária Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha.
“Os testes aos restantes alunos das turmas serão realizados durante esta semana”, salientou a direção do Agrupamento. “Não podemos abrandar nem as defesas nem os cuidados”, sustentou a diretora, Maria do Céu Santos.

Militares descontaminaram lar
Vinte e quatro militares do Exército de uma equipa especializada em defesa biológica, química e radiológica, realizaram a descontaminação da ala do Lar de Nossa Senhora da Piedade, da Associação para o Desenvolvimento de Cabeça Gorda, no concelho da Lourinhã, que esteve afeta aos casos positivos de covid-19 durante o surto que ocorreu naquela instituição.
O procedimento foi realizado após a Autoridade de Saúde Local ter dado o surto por terminado.

Casos no Hospital de Torres
Entretanto, o cluster de casos de covid-19 associados ao Hospital de Torres Vedras registava 129 casos ativos de infeção”, informou a Câmara de Torres Vedras, na passada terça-feira, dia em que estavam confirmados 28 novos casos e mais um recuperado.