Politécnico de Leiria sem positivos nos 4.500 testes efetuados

0
104

Em duas semanas, o Politécnico de Leiria já testou mais de 4.500 pessoas em toda a comunidade académica, entre estudantes, professores, investigadores e técnicos, no âmbito da megaoperação de testagem massiva para a covid-19 que decorre nas seis unidades de rastreio instaladas em todas as escolas da instituição. O balanço é muito positivo, já que todos os resultados foram negativos. Na próxima semana, o Politécnico de Leiria prevê realizar três mil novos testes.

“Esta é uma operação exigente, com elevado investimento financeiro e de recursos humanos, mas que tem tido um elevado sucesso e tem gerado uma confiança adicional na retoma às atividades presenciais. Estamos a dar o nosso contributo para a segurança de todos”, afirma Rui Pedrosa, presidente do Politécnico de Leiria.

O Politécnico de Leiria iniciou o processo de testagem com a realização de testes rápidos a professores, investigadores, técnicos e bolseiros de investigação. A 19 de abril, dia em que regressaram as atividades letivas presenciais, a instituição iniciou a testagem aos estudantes da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS), da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), da Escola Superior de Saúde (ESSLei), da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR), da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar (ESTM). A testagem abrangeu também o Núcleo de Formação de Torres Vedras, tendo a mesma iniciado no dia 21 de abril.