Surto em lar de Óbidos já provocou duas mortes

0
830

Foi detetado um surto no lar Palácio D’El Rei, em Óbidos, que já originou dois óbitos.

No total, foram identificados 34 casos de infeção entre os utentes da instituição, além de nove funcionários.

À SIC, Marco Martins, comandante municipal da Proteção Civil de Óbidos, garantiu que há uma investigação em curso para perceber como o vírus se terá propagado no lar.

“Vamos aumentar as medidas de mitigação para garantir que haja efeito de bolha”, esclareceu o responsável.

Este sábado, o Palácio D’El Rei, em Trás do Outeiro, recorreu às redes sociais para proceder ao recrutamento de auxiliares de ação direta, por forma a reforçar a equipa.

Dos 36 utentes do lar, “34 tiveram resultados positivos”, disse à Lusa a delegada de saúde de Óbidos, Fátima País, confirmando o registo de “dois óbitos relacionados com o surto”. De acordo com a mesma responsável, “dos 15 trabalhadores testados, nove tiveram também resultados positivos”.

O surto foi detetado no início da semana, quando “algumas pessoas manifestaram sintomas”, o que, segundo Fátima País, levou à realização de testes a todos os residentes e funcionários.

Cinco utentes da instituição “foram hospitalizados [no Centro Hospitalar do Oeste]” e os restantes “não apresentam sintomas muito gravosos, estando a ser acompanhados no lar”, afirmou a delegada de saúde.