Academia Desenhos do Bruno celebra aniversário em festa

0
154

Mais de sete dezenas de artistas entre os 6 e os 82 anos subiram ao palco nas celebrações do quinto aniversário da academia no CCC.

Desenho, pintura, música, dança: não houve arte que não tivesse sido “convidada” para as celebrações do quinto aniversário da Academia Desenhos do Bruno, que tiveram lugar no CCC, na noite do passado sábado, dia 1 de outubro. Com um programa em que os jovens foram os protagonistas, tanto no primeiro discurso de apresentação da academia, oferecido pela aluna Diana Carlos, como no número de pinturas ao vivo, procurou-se também dar a conhecer mais ofertas culturais com foco na formação dos jovens, através dos convidados Walter Moraes (antigo aluno de Bruno Prates) e os alunos de Hip-Hop, e da Banda da Sociedade Filarmónica da Alvorninha. A apresentação do espetáculo esteve a cargo da jornalista da rádio 91FM, Catarina Florêncio, que animou a festa com energia e boa disposição.
Bruno Prates aproveitou a ocasião para atribuir o prémio “Parceiro” aos funcionários e atuais e anteriores dirigentes da União de Freguesias de Caldas – Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, cujo auxílio nas mais diversas tarefas exigidas pelo trabalho no terreno com os alunos levou o professor às lágrimas. “Este é um prémio para esta freguesia especificamente, mas queremos mostrar que estamos abertos à comunidade, estamos dispostos a aceitar todos os desafios, e temos projetos já em andamento para perceberem que a nossa ideia é intervir na comunidade, não é só fazermos trabalhos e mostrá-lo nas quatro paredes onde estamos normalmente instalados”, explica o artista.
Ausentes do país, o presidente da Câmara, Vítor Marques, e a vereadora da Cultura, Conceição Henriques, enviaram mensagens por vídeo, numa noite ainda marcada pela inauguração da “V Exposição coletiva da Desenhos do Bruno Academia”, acompanhada de bolo de aniversário e cafezinho oferecidos pela Pastelaria/Café do João. A exposição estará patente no foyer do CCC até ao 16 de outubro, com entrada livre, e é composta por mais de uma centena de quadros e objetos artísticos que constituem o “grosso” dos trabalhos desenvolvidos no último ano letivo.