Banda de Alvorninha acolheu a sua congénere dos Açores

0
882
Por causa do intercâmbio, a festa de Alvorninha contou com a atuação das duas bandas filarmónicas

Entre os dias 10 e 14 de agosto esteve, em Alvorninha, uma banda filarmónica dos Açores em intercâmbio

A Banda Filarmónica Marcial União Progressista, oriunda da ilha de S. Miguel (Açores) esteve em Alvorninha em intercâmbio cultural com a banda da Sociedade Filarmónica local. O grupo caldense esteve em junho de 2022 em Vila Franca do Campo, naquela ilha açoreana e agora foi a vez de ser anfitrião e de receber 50 músicos nas Caldas, com idades entre os 12 e os 60 anos. “Na altura fomos muito bem recebidos e agora foi a nossa vez de retribuir”, disse Catarina Correia, a presidente da direção desta banda caldense. Por cá atuaram e também houve tempo para passeios no Hospital Termal, ao Parque, fazer a Rota Bordaliana, conhecer as praias da região, ir a Óbidos, Nazaré e a Fátima.
“Sempre que possível tivemos visitas guiadas”, disse a responsável acrescentando que a vinda da banda dos Açores coincidiu com a Festa de Alvorninha, que ficou a ganhar, pois deste modo houve duas bandas a acompanhar a procissão da festa, no domingo, dia 13 de agosto.
Depois realizou-se um concerto conjunto em vez da habitual atuação a solo da banda de Alvorninha. Os maestros de cada um dos grupos ensaiaram um tema cada um com a banda congénere. Valter Medeiros trabalhou um tema com a banda caldense e, por sua vez, o maestro Renato Tomás com a banda açoriana.
Alguns dos elementos convidados foram também conhecer o Mercado de Santana.
Na segunda-feira seguinte, houve tempo para visitar a fábrica das cavacas das Caldas e a pedido dos músicos açoreanos, a comitiva ainda se deslocou aos estádios da Luz e de Alvalade para uma visita rápida antes de apanharem o avião de volta a casa, em S. Miguel.
Os músicos açoreanos ficaram alojados no Centro Escolar de Alvorninha e “tivemos que tirar férias para poder ajudar na logística do intercâmbio!”, referiu a responsável da direção do grupo. Este intercâmbio cultural contou com o apoio de várias entidades locais. A Câmara das Caldas apoiou esta realização, assim como várias entidades que auxiliaram na realização das atividades.■