Banda Irmãos d’Apolo apresenta-se à cidade na esplanada do Afinidades

0
759
A banda caldense dedica-se às sonoridades rock. Tocam versões e também já têm originais | Natacha Narciso

Os caldenses atuaram pela primeira vez nas Caldas, no restaurante ao cimo da Praça

Durante a tarde de sábado, 17 de outubro, quem passeava pela Praça da República ouvia canções rock. Isto porque a esplanada do restaurante Afinidades, situado ao cimo da Praça da Fruta, transformou-se em palco para dar a conhecer as sonoridades rock da banda caldense os Irmãos d’Apolo.
O grupo integra Carolina Leal (voz), Diogo Miguel (guitarra e voz), Felipe Silva (baixo e voz), Iúri Lage (guitarra e voz), Jacinto Miguel (teclado e voz) e Rafael Pereira (bateria e voz).
A banda formou-se em janeiro deste ano e os elementos têm idades entre os 18 e os 23 anos. “Somos seis elementos e cinco cantam”, disse à Gazeta o guitarrista Iúri Lage, explicando que o grupo se dedica a covers e também pretende “apostar em originais, cantados em Português”, disse o músico caldense, muito satisfeito com a oportunidade de poder atuar pela primeira vez na cidade. Desde o início do ano que este grupo, que ensaia em Tornada, tem tocado em eventos privados e por isso agradecem a oportunidade de se dar a conhecer à cidade.
O grupo de rock interpreta temas de conhecidos grupos como os Nirvana, Led Zepelin, Red Hot Chili Peppers, Jimi Hendrix, Deep Purple, Bob Marley, Guns N’ Roses a Pink Floyd e Arctic Monkeys. entre tantos outros.
Jorge Guilherme, responsável pelo restaurante Afinidades, deu a conhecer que este estabelecimento abre a sua esplanada a atuações de grupos.
Os Irmãos d’Apolo já são a segunda banda a dar um concerto no centro das Caldas. A esplanada daquele espaço encheu-se de familiares e amigos da banda que pretende atuar mais, respeitando as regras que agora dita a pandemia. “Vamos estar atentos aos concursos de bandas regionais e nacionais”, disse Iúri Lage, explicando que o agrupamento musical caldense quer dar a conhecer o seu som, rock, seja na sua versão mais alternativa, hard ou clássica em eventos de música na região e no país.