Biblioteca das Caldas expõe “O melhor dos livros, filmes, música”

0
180
Foi uma tarde de celebração das artes que agradou a miúdos e graúdos

A exposição está patente até 28 de fevereiro, com clássicos do cinema mundial, CD de géneros diversos e livros adaptados a filme

A Biblioteca Municipal das Caldas da Rainha inaugurou, a 28 de janeiro, a exposição sobre o “Melhor dos Livros, Filmes e Música”, que visa a divulgação do acervo da instituição, recentemente enriquecido pelo casal Carlos e Palmira Gaspar, co-fundadores da Comunidade de Leitores e Cinéfilos das Caldas.
O casal já fez cinco doações à instituição, totalizando cerca de 250 CD, 600 livros e 860 DVD (dos cerca de 1350 do espólio da biblioteca), estes últimos podendo ser vistos, à vez, com renovação semanal, na exposição, estando acompanhados de um catálogo de sinopses elaborado pelos próprios.
Para assinalar a inauguração, foi realizada uma tarde cultural, na qual se pôde assistir a um remake audiovisual do programa n.º 328 de Cinema Paraíso, uma rúbrica daquela Comunidade, emitido em julho de 2014 na TSF Caldas, com a exibição de números musicais e de dança de filmes dos anos 1950 e 1960.
O grupo de dança Super Flash, da ACDR Arneirense, dirigido pela coreógrafa Sónia Luís, que realiza este ano 25 anos, abriu a tarde, com a apresentação de coreografias de Chicago, My Fair Lady e Singing In The Rain.
A Orquestra Juvenil de A-dos-Francos, da SIMCR de A-dos-Francos, dirigida pelo maestro Diogo Esteves e fundada em 2017, encerrou a sessão com The Light of Dawn, Cinema Paradiso (que incluiu um solo da mais jovem clarinetista da orquestra, Helena Ramalho), The Planets – Mars, Remember Me, Out of Africa e March of the Hyperion Robots.
Houve ainda tempo para a poesia, com Emily Duffy, Palmira Gaspar, Nuno Valadas e Carlos Gaspar.
A próxima ação cultural da Comunidade será a habitual comemoração do Dia da Poesia, a 25 de março.No dia 28 de janeiro, a Biblioteca das Caldas acolheu ainda o encontro mensal do Clube de Leitura, dinamizado por Marta Ambrósio e Elisa Santos, e a apresentação do livro “O ouriço que só comia bagas vermelhas”, escrito por Tânia Gomes e ilustrado por Sandra Ferreira, ambas caldenses. ■