Cartazes imaginados da ESAD.CR para conhecer na Galeria do Turismo

0
348
As diferentes propostas dos estudantes de Design Gráfico e Multimédia podem ser vistas até ao dia 23 de fevereiro
Os concertos nunca aconteceram mas os cartazes fazem parte de “A falta que a noite nos faz”
Ao longo de quatro anos, estudantes da ESAD.CR de Design Gráfico e Multimédia criaram cartazes para concertos imaginados, impressos em técnicas artesanais, sob coordenação do docente Ricardo Castro.
A exposição “A falta que a noite nos faz” integra 120 propostas das três centenas de propostas que alunos fizeram e que abriu portas  ao público a 2 de fevereiro, na Galeria do Turismo.
 O projeto, iniciado em 2020, em plena pandemia, teve sucesso pois os alunos aderiram e de forma imaginativa realizaram propostas, todas no formato de 50cmx70cm e utilizando apenas duas cores.
 “A serigrafia foi a técnica mais utilizada, mas houve propostas também feitas em linogravura, xilogravura e ponta-seca”, disse o docente, formado em Belas-Artes e que é também o responsável pelo atelier de tipografia, de serigrafia e edição “O Homem do Saco”, situado em Lisboa.
Entre as várias  propostas, há uma atuação dos Rolling Stones nas Caldas da Rainha e de bandas mainstream a tocar em casa de pessoas amigas dos autores.
Também há propostas de bandas às quais os alunos pertencem e que tocavam em locais impossíveis.
“Houve inclusivamente algumas bandas que se mostraram interessadas em ficar com os cartazes dos alunos”, contou o professor,  satisfeito com este projeto que incentiva os seus estudantes a apostar na expressão de cada um com base no desenho.
A mostra tem potencial para ser vista noutros locais pois, segundo Ricardo Castro, apesar dos autores terem entre os 19 e os 20 anos os seus cartazes “revelam maturidade e um bom equilíbrio no uso das técnicas digitais e artesanais já que foram usadas técnicas de gravura”, que se encontram disponíveis nas oficinas da escola de artes caldense.
‘A falta que a noite nos faz’  vai estar patente na Galeria do Posto de Turismo até ao dia 23 de fevereiro, todos os dias úteis, entre as 10h00 e as 13h30 e as 14h00 e as 16h00. O Turismo fica ao cimo da Praça da Fruta. ■