Colecção caldense cativa responsáveis do Museu Bordalo Pinheiro

0
1851
notícias das Caldas
Elementos da direcção e investigação do Museu Bordalo Pinheiro na visita

“Uma colecção espantosa, bem pensada e tratada”. Foi desta forma que João Alpoim Botelho, coordenador do Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa, se referiu à colecção particular de João Maria Ferreira, que conheceu no passado dia 21 de Fevereiro, aquando de uma visita às Caldas.
O responsável veio acompanhado por dois investigadores do museu lisboeta, que se encantaram sobretudo pelas peças únicas de Bordalo Pinheiro que o colecionador caldense possui. João Alpoim Botelho referiu que a colecção está bem apresentada, pois não há a preocupação “em mostrar tudo”. Salientou também o facto desta ter como consultora Margarida Araújo, investigadora sobre cerâmica local.

“Temos todo o interesse em firmar parcerias”, disse aquele responsável. Para já, a comitiva fotografou várias das obras desta colecção e esclareceu o colecionador sobre detalhes de algumas delas. “Há vantagens para ambos lados”, disse Alpoim Botelho, que gostaria de um dia poder ter uma exposição no seu museu que incluísse peças de João Maria Ferreira.
Mariana Caldas e Pedro Bebiano, investigadores do museu lisboeta, salientaram a preocupação da colecção na recuperação da história da cerâmica das Caldas e do relacionamento entre os vários autores. “É uma colecção que é também uma homenagem à localidade”, disse Mariana Caldas, acrescentando que é apreciadora da obra de Manuel Gustavo, filho de Bordalo. O que verdadeiramente encantou Pedro Bebiano foi poder conhecer as peças únicas de Bordalo Pinheiro como, por exemplo, a Jarra Pimpão, que são obras “extraordinárias e que não podem ser vistas em mais lado nenhum”. O investigador sublinhou a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre os antecedentes de Bordalo, assim como a paixão do coleccionador caldense pela cerâmica.
João Maria Ferreira estava satisfeito em poder dar a conhecer as suas peças e mostrou abertura para futuras parcerias.
A visita às Caldas da comitiva lisboeta, decorreu a convite da investigadora Isabel Castanheira, “dado o elevado interesse que têm as obras deste coleccionador”. A anfitriã acompanhou também os visitantes à exposição da Molda “Animais na colecção de João Maria Ferreira”, ainda patente no Museu de Cerâmica.