Connect Fest iniciou programação no CCC

0
375
O foyer do CCC serviu de espaço expositivo e também de avaliação dos trabalhos dos estudantes de Som e Imagem

Alunos do curso de Som e Imagem começaram Festival no centro cultural das Caldas. A iniciativa audiovisual está a celebrar a sua primeira década

 

O Connect regressou a 11 de janeiro às Caldas, num evento produzido pelos próprios estudantes, finalistas do curso de Som e Imagem da ESAD.CR.
O festival teve este primeiro dia no CCC e dele fizeram parte exposições, instalações e uma mostra de filmes dos alunos que decorreu em duas sessões no auditório do centro cultural.
O festival Connect está também a assinalar o seu 10º aniversário e propõe-se a realizar mais eventos como concertos que decorrerão hoje, 18 de janeiro, no Spacy Bar & Disco
Segundo a professora de cinema e vídeo, Susana Duarte, são quatro os docentes das áreas do som, da fotografia e do cinema e vídeo que auxiliam os estudantes a organizar esta iniciativa.
“O festival tem-se vindo a consolidar e, nos últimos anos, decorre em parceria com o CCC”, acrescentou a professora.
Na sua opinião esta é “uma ótima experiência para os alunos” pois, desta forma, “podem ver os seus trabalhos fora do âmbito académico, mas ainda assim num contexto institucional”.
Com a presença do festival no CCC “é dada também a oportunidade de conhecer os projetos finais destes alunos”, disse Susana Duarte que espera que, no próximo ano, a exposição possa ficar mais alguns dias, dando a oportunidade à comunidade de conhecer as propostas dos alunos que estão a terminar a sua formação nas áreas dos audiovisuais. O foyer serviu de espaço para a apresentação de trabalhos da área da instalação e da fotografia ao passo que, no auditório, foram apresentados filmes dos alunos, que foram realizados no último semestre.
“São muito variados os filmes e os formatos que foram apresentados”, disse a docente, acrescentando que ,na maioria, foram mostradas curtas-metragens. É dada liberdade aos estudantes e, por isso, houve propostas de caráter experimental.
O Festival Connect já decorreu na escola, já teve vários dias seguidos e, segundo Susana Duarte, quer manter este contacto direto com a cidade. “A ideia é que possa haver interação entre a escola e a cidade”, disse. Na sua opinião o trabalho dos estudantes “tem qualidade para ser apresentado e partilhado com a comunidade local”.

“Contemporânea e cosmopolita”
“As imagens que aqui estão sintetizam os trabalhos individuais dos alunos do seu projeto fotográfico”,disse Pedro Letria, docente de fotografia. Da mostra do Connect Fest fizeram parte da exposição não só fotografias, mas também objetos gráficos, revistas e zines “que complementam e dialogam com as imagens que estão na parede”, acrescentou o docente.
Tal como Susana Duarte, também Pedro Letria considera que o Connect dá aos finalistas a oportunidade de poder experimentar a fotografia em dimensões e formatos de papel e de superfícies diferentes. É portanto “uma oportunidade única e muito importante para o seu percurso pedagógico”, sublinhou.
Nalguns trabalhos, os autores acabam por fazer referência a alguns aspetos da região – pois afinal todos vivem nas Caldas enquanto decorre a sua formação académica – ao passo que outros preferem retratar aspetos do seu universo mais pessoal e afetivo.
“Os nossos alunos são cidadãos do mundo e vêem-se como tal”, afirmou o docente. Na sua opinião, “esta escola tem uma dimensão que é genuinamente contemporânea e cosmopolita” e os seus estudantes, presentes no CCC, “estão aptos a desenvolver o seu trabalho onde quer que estejam. Saem da ESAD com essa autonomia”, rematou.

Há concertos hoje no Spacy
O festival Connect regressa hoje, dia 18 de Janeiro, ao Spacy Bar & Disco. Os artistas que vão atuar serão Caravananana, a seguir os Objeto Quase e, depois, atuarão os Divã. Seguem-se ainda BÓJO e a Dj Princesa.
As portas do Spacy abrem às 18h30 e o segundo dia deste evento promete prolongar-se até de madrugada.
O Spacy Bar e Disco fica na R. Eng. Cancela Abreu 9, nas Caldas da Rainha. ■