Conservatório das Caldas promove concertos e recriações históricas

0
399
Há dois anos o espectáculo Cotton Club celebrou o ambiente e a música dos anos 20 e 30

De dois em dois anos o Conservatório das Caldas da Rainha (CCR) promove “Mergulhos no Tempo”, uma iniciativa que culmina com espectáculos temáticos. O tema deste ano é “Paris 1900 – Exposições mundiais de Paris (1889 – 1900), a viragem do século” e serão feitas duas recriações históricas de época. Uma decorrerá a 28 de Abril no Bombarral  e outra nas Caldas a 5 de Maio, com a recriação de um passeio de fim de século XIX, que decorrerá no parque D. Carlos I.
Alunos e professores do CCR vão realizar apontamentos musicais em diversos pontos ao longo do percurso. Serão privilegiados locais de interesse histórico, social e local. Os intervenientes, músicos e figurantes, vão estar caracterizados com trajes de época.
Com o mesma tema vão ainda realizar-se concertos a 28 de Abril, às 21 horas, no Teatro Eduardo Brazão, no Bombarral e nos dias 5 e 6 de Maio nos Pimpões (respectivamente às 21h00 e às 16h00), nas Caldas da Rainha.
Estes espectáculos terão um carácter multidisciplinar numa grande recriação da época, que engloba no mesmo espaço, teatro, música, multimédia, cenários e guarda-roupa, num cenário típico da viragem do século XIX para o XX.
Esta será a terceira iniciativa dos “Mergulhos no Tempo”. Em 2008 realizou-se a “Schubertíada” – a propósito da  180º aniversário da morte de Schubert – e, em 2010, decorreu o espectáculo “Cotton Club” que serviu para celebrar a música dos  anos 20/30 do séc. XX.
Para o ano de 2012 o tema “Paris 1900 – Exposições mundiais de Paris (1889 – 1900), a viragem do século” alude ao final do romantismo e ao nascimento da era moderna, ao virar de século, às mudanças sociais e tecnológicas latentes e o orientalismo na cultura.
“Ao reflectir sobre o tema encontrámos algumas conexões com a cidade das Caldas da Rainha  e com Bordallo Pinheiro, que fez a decoração de todo o pavilhão de Portugal, na Expo de 1889, em Paris”, disse Aurelien Lino, responsável pelo conservatório caldense. Sob este tema, o Conservatório local pretende (re)criar uma semana de actividades culturais, artísticas e musicais envolvendo a comunidade escolar e a comunidade em geral. Pretende-se também recordar a arquitectura da época na zona histórica da cidade e a vivência relacionada com a actividade termal.
O CCR tem um pólo na vila do Bombarral e alunos de outros concelhos vizinhos, como do Cadaval e, por isso, este ano aposta numa recriação na localidade bombarralense. Os eventos contam com a colaboração da FlorÓbidos.

Natacha Narciso
nnarciso@gazetadascaldas.pt

Jantar e conversas com música
A antiga Lavandaria do Hospital Termal vai acolher, a 30 de Abril, um jantar com ementa e ambiente da  época, que será animado de apontamentos musicais, interpretados por diferentes instrumentos solistas, cantores e agrupamentos instrumentais.
O repertório a executar será da autoria de compositores portugueses do final do século XIX e primeira década do século XX.
No dia 4 de Maio o Conservatório promove um encontro entre musicólogos e um historiador, no Museu Malhoa, às 21 horas, em ambiente informal,  para uma conversa dedicada à época em questão. Será dado destaque à presença portuguesa nas Exposições Universais de Paris de 1889 e 1900 e ao  papel de Rafael Bordallo Pinheiro nas mesmas e ainda ao panorama musical da época. A conversa será animada por alguns apontamentos musicais.

N.N.