Folio mais tecnológico e com dois Nobel da Literatura

0
26

Dois laureados com o Nobel da Literatura, a polaca Olga Tokarczuk (2018) e o nigeriano Wole Soyinka (1986), marcam presença na edição deste ano do Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos, que se realiza entre os dias 6 e 16 de outubro.
Dedicado ao Poder, o festival terá mais dois capítulos, o Folio Inclusivo, dedicado à acessibilidade cultural, e o Folio Tech, sobre a relação entre tecnologia e literatura, que se juntam aos habituais Folio Autores, Educa, Ilustra, Folia, Mais, BD e Boémia.
De acordo com nota de imprensa da Câmara de Óbidos, as conversas sobre temas da atualidade entre os diversos escritores convidados continuam a ser uma componente forte do evento, que contará nesta edição com 14 mesas e debates. A decorrer por toda a vila, o festival terá na Praça de Santa Maria um espaço dedicado aos autores, onde decorre a maior parte das mesas e estão representadas as editoras. O palco Inatel permanece na Cerca do Castelo, onde se realizarão todos os concertos da Folia.
Recentemente os festivais literários de Óbidos e Gramado (Brasil) estabeleceram uma parceria em prol da literatura, que se traduz na realização conjunta de um programa com foco na acessibilidade cultural, área que trata os direitos das pessoas com deficiência no acesso à arte. O festival brasileiro, denominado FiliGram, decorreu de 2 a 11 de setembro e contou com uma representação obidense, composta pelos vereadores Margarida Reis e Telmo Félix e por Célia Sousa, coordenadora do CRID – Centro de Recursos para a Inclusão Digital, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Politécnico de Leiria.
Os autarcas obidenses reuniram também com o prefeito de Gramado o com o intuito de reativar as relações entre os dois municípios, que começaram em 2008, com um intercâmbio de ações culturais, educacionais e turísticas