Golpe vai atuar na BIR do Valado e em S. Martinho

0
552
O grupo dedica-se à música portuguesa e interpreta temas originais, compostos por Carlos Marques que também canta e toca baixo e guitarra

Grupo da região dedica-se à música portuguesa e prepara-se para apresentar segundo álbum

Os Golpe são um grupo musical do Oeste que vai atuar hoje, 13 de Julho no Valado dos Frades e amanhã, dia 14, em S. Martinho do Porto. Motivos para uma conversa com Gazeta das Caldas sobre o percurso deste grupo que reúne professores, músicos profissionais e amadores que tocam juntos há mais de 20 anos.
Do seu percurso deste grupo fazem parte idas aos Açores que acabaram por inspirar “Terroir”, o primeiro álbum da banda.
As ilhas são ainda motivo de inspiração para canções deste trabalho.
“O nosso segundo álbum está gravado e será lançado no final deste ano”, contou Carlos Marques, um dos responsáveis deste grupo.
Dos Golpe fazem parte Carlos Marques (compositor, voz, baixo e guitarra), Luís Agostinho (teclados), Samuel Lucas (guitarra), João Carlos (teclados) e Louie Russo (bateria). Alguns são da Benedita, outros das Caldas, de Alfeizerão e de Salir do Porto. “Conhecemo-nos do circuito da música pois atuávamos em duos em bares da zona”, disse Carlos Marques que possui o café “O Degrau”, na Benedita, onde o grupo também costuma atuar.
Segundo Carlos Marques, o grupo dedica-se à música tradicional portuguesa “mas damos-lhe também uns tons de pop, de jazz e de rock”. Entre as maiores influências estão Zeca Afonso, Sérgio Godinho e Fausto e “creio que se nota na forma de cantar e até de compôr”, referiu o músico.

A favor da Liga contra o Cancro
Os Golpe têm uma forte ligação ao Valado dos Frades e à sua biblioteca. A morte de Paulo Ribeiro, vítima de cancro, fá-los reunir e ,em sua homenagem, será feito um concerto com este grupo. As entradas são livres mas as doações vão reverter a favor da Liga Portuguesa contra o Cancro.
No dia seguinte, 14 de julho, os Golpe vão atuar em S. Martinho do Porto, na Avenida Marginal, a convite da autarquia de Alcobaça. O grupo atuou em 2021 no Cine-Teatro local e correu tão bem que logo surgiu o convite para participar na animação de verão de S. Martinho.
Nestes dois concertos, o compositor do grupo garante que vão ser interpretados canções do primeiro e também do segundo álbum que se intitula “Terra do Diabo”.
“Também gostaríamos de atuar aqui nas Caldas”, disse o músico acrecentando que o projeto Golpe nasce em 2020, apesar dos seus elementos já se conhecerem e de atuarem juntos desde os anos 90.
“Temos quase todos mais de 50 anos”, revelou o músico que diz que o une os elementos do Golpe “é uma forte amizade, além do gosto pela música”.
Quem quiser acompanhar o percurso deste grupo da região poderá fazê-lo através do site golpe-grupo.com
O primeiro álbum dos Golpe está à venda nas lojas Fnac e os seus vídeoclips passam diariamente no Canal Alma Lusa , que além de Portugal também emite noutros países como França e Luxemburgo. ■