Ilustradores nos Silos solidários com animais

0
380
A mostra de ilustração do coletivo Paws pode ser vista até ao próximo sábado, dia 22 de julho, na galeria dos Silos

“Paws” é como se designa o coletivo de ilustradores que está a expor nos Silos e que quer ajudar associações de animais

Abriu ao público a 15 de julho, nos Silos, Contentor Criativo, a coletiva “Floresta”, uma iniciativa do grupo de ilustradores “Paws – Coletivo de Ilustradores”.
Os lucros obtidos com a venda dos trabalhos, patentes nos Silos, vão reverter a favor do Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto, situado na Serra do Montejunto e que pertence à Quercus.
Presentes estão várias propostas de ilustração feitas com recurso à gravura, à colagem, à pintura com guache e ilustração digital. Todos os trabalhos têm como temática a floresta.
Raquel Forte, 28 anos, é uma das autoras responsáveis deste grupo. É de Santarém, formou-se em Design Gráfico e Multimédia na escola de artes caldense, e explicou que o trabalho que fazem em nome da solidariedade para com os animais se inspira no trabalho feito pela World Wide Fund for Nature Inc., o Fundo Mundial para a Natureza, uma organização não-governamental internacional que trabalha na área de preservação da natureza e redução do impacto humano no meio ambiente.
“Queremos contribuir para ajudar no próprio funcionamento do Centro que fica no Cadaval”, referiu a responsável, acrescentando que este coletivo também tem trabalhado com a SOS Animal e Animais de Rua, ambos de Lisboa, Animais, Amigos de Coruche e com as Patinhas Sem Lar, de Espinho.
O grupo integra vários autores que se formaram na ESAD.CR e o núcleo duro possui uma dezena de autores residentes que quando fazem iniciativas maiores integram convidados, nacionais e internacionais.
A “Floresta” – que é a primeira grande exposição do coletivo de ilustradores e também inclui a venda de merchadising – tem um caráter itinerante e já esteve patente em Santarém e em Marvão e termina agora nas Caldas.
Dos Paws fazem parte os autores caldenses Filipe Santos e Margarida Nogueira e Michael Costa, autor que é da Lourinhã.
Entre as ilustradoras convidadas a participar nesta mostra coletiva estão a francesa Henriette Arcelin e a húngara Noemi Pap. Desta mostra fazem parte propostas de ilustração de Carolina Geada, Catpivara, Cláudia Salgueiro, Dora Martins, Henriette Arcelin, Mari Ostanik, Nana, Noemi Pap, Pedro Days, Random Walnut, Sofia Morais e Soraia Oliveira. A exposição está patente até 22 de julho e pode ser apreciada entre as 11h00 e as 19h00. ■