Ina Vasques lança livro para crianças na Feira do Livro de Lisboa

0
442
A autora vive com a família há 28 anos na Foz do Arelho, é formada em Direito e Recursos Humanos, mas dedica-se a projeto próprio de yoga e meditação

“O Pica-Pau da Lagoa de Óbidos” é o primeiro livro da autora para crianças com idades entre os 3 e os 6 anos e aborda temas de yoga e de meditação

Foi para o filho que Ina Vasques começou a escrever “O Pica-Pau da Lagoa de Óbidos”, obra com chancela da Flamingo, que vai ser lançada, a 25 de agosto, pelas 16h00, na Feira do Livro de Lisboa.
As duas primeiras páginas foram escritas em 2003 mas só em 2018 é que a autora as recuperou e terminou esta primeira obra onde se aborda a Lagoa, a natureza e também a yoga e a meditação.
Da história,destinada às crianças, contam-se vários factos que fazem parte da vida de Ina Vasques, que vive há 28 anos na Foz do Arelho em frente à Lagoa com o marido e o filho.
Ilustrado por Maria João Leite, “O Pica-Pau da Lagoa de Óbidos” tem um caráter pedagógico, pois é possível acompanhar a narrativa da personagem principal, um menino chamado Diogo e que vai “ensinando” aos leitores como se fazem simples posições de yoga que permitem a todos começar a fazer esta prática saudável.
A obra pretende “chamar a atenção dos mais novos de que há posições que nos ajudam e são importantes para o nosso bem-estar”, disse Ina Vasques, para quem é fundamental “estar em pleno no aqui e agora”.
A autora, que é também instrutora de yoga há 13 anos, considera que é preciso que “a nossa mente possa abrandar”. Vivemos numa sociedade em que “há demasiados estímulos” que começam cedo pois até as crianças, à conta do uso de tanta tecnologia, têm hoje pensamento acelerado e é precisar “abrandar o ritmo”, pelo que o yoga “é uma ferramenta muito completa e que pode ajudar”.
Nesta história, a autora tem uma palavra inicial para pais e educadores, chamando a atenção para a necessidade de viver momentos de qualidade com os filhos. E refere-se a um pica-pau que existiu de facto e que acompanhava Diogo nas suas deambulações pela natureza, junto à Lagoa.
O livro, que termina com uma proposta de exercício de mindfulness para educadores e crianças, é também uma história “sobre amizade, atenção plena, de esperança e de preocupação ambiental”, rematou a autora, que é natural de Rio Maior.
Ina Vasques está a desenvolver o projeto Prana Lagoon, em que recebe as pessoas em retiros de dois ou cinco dias de yoga, meditação e mindfulness e estabelece parcerias com vários locais da Foz, contribuindo assim para a dinamização da economia local.
A riomaiorense é licenciada em Direito, foi diretora técnica da Infancoop e lecionou na ESAD. Antes, Ina Vasques foi jornalista e trabalhou na revista “Valor”. Agora dedica-se a projetos relacionados com o bem estar e também aos seus livros. ■