No projecto Saídos da Caixa CCC dá a conhecer grupos emergentes

0
716
Gazeta das Caldas
Captain Boy | D.R.

O Centro Cultural e de Congressos (CCC) volta a dar a conhecer um conjunto de grupos emergentes, nacionais e internacionais, que vão actuar entre Fevereiro e Dezembro de 2018, integrados no projecto Saídos da Caixa II. Esta programação arranca amanhã, 24 de Fevereiro, pelas 21h30, com o concerto de Captain Boy, alter-ego de Pedro Ribeiro, o cantor de voz rouca de Guimarães que já dá cartas nos prinicipais festivais musicais do país.
“Apostamos em projectos de grande qualidade que seguramente vão ser muito badalados no futuro”, garantiu Carlos Mota, director do centro cultural das Caldas, acrescentando que nesta segunda edição haverá até ao final de 2018 diferentes propostas nas áreas do pop rock, da electrónica, do jazz e da música do mundo. Saídos da Caixa II oferece ainda a oportunidade ao público jovem da região, dos 17 aos 40 anos, “de ter uma programação pensada especificamente para si”, disse o mesmo responsável.
Este ano há uma grande presença de projectos musicais do norte de Portugal e de luso-descendentes que vivem noutros países. A 29 de Março vai actuar Nessi Gomes, nascida na ilha de Guernsey (Inglaterra), e em 20 de Abril será a vez de Mathilda, o alter ego de Mafalda Costa, a cantora e compositora de Guimarães. A 15 de Junho sobem ao palco os Paraguaii, uma banda pop rock que se estreou em 2015. A música do mundo vai marcar presença a 6 de Julho com o guineense Mû Mbana. A 10 de Agosto sobem ao palco do CCC os irmãos gémeos Daniel e Sebastian Selke, pianista e violoncelista, que formam os Ceeys, nascidos ainda na então República Democrática Alemã. A violinista Sofia Faria Fernandes é a artista que vai actuar a 21 de Setembro, trazendo propostas musicais na área da electrónica. Em Outubro, no dia 12, será a vez de Francisca Cortesão, que actuará como Minta, acompanhada pelos The Brook Trout.
O concerto de Novembro ainda aguarda confirmação, mas o de Dezembro, previsto para o dia 7, vai contar com o guitarrista Francisco Sales, que actua em importantes agrupamentos de jazz em Inglaterra.
Gazeta das Caldas une-se em parceria a esta iniciativa do CCC e vai publicar as biografias dos artistas na semana antecedente às actuações previstas no Saídos da Caixa II. Segundo Carlos Mota, no final será editado um CD com um tema de cada grupo participante. A quem coleccionar as biografias dos artistas publicada no nosso jornal será oferecida a colectânea do Saídos da Caixa II.

A preparar o 10º aniversário

O CCC vai celebrar a sua primeira década de actividade no próximo mês de Maio e Carlos Mota diz que está a trabalhar na preparação da festa que vai assinalar este efeméride “com uma programação ambiciosa”. Está prevista a presença de ranchos folclóricos da região que já estão a desenvolver um projecto relacionado com a dança contemporânea, a actuação de Gomo e de DJ’s locais, além de uma projecção de videomapping. Vão realizar-se igualmente ateliers de artes circenses e de projecção de vídeo.

O CCC abriu portas a 15 de Maio de 2008, com a presença do Presidente da República de então, Cavaco Silva.