Noite dos Óscares levou dezenas ao La Vie

0
459
Antes do filme, o público foi animado por um grupo de mimos e um concerto de um saxofonista

A exibição do filme Oppenheimer assinalou nas Caldas a noite mais aguardada do ano em Hollywood

Na noite de sábado, 9 de março, realizou-se no La Vie mais uma Noite dos Óscares. O evento, criado há quatro anos, pretende assinalar nas Caldas a noite mais aguardada do ano em Hollywood.
Para tal, são convidadas personalidades e é realizado um passatempo que oferece a entrada neste evento que combina a animação e glamour da noite dos Óscares, com a exibição de um filme nomeado.
Este ano o filme apresentado foi Oppenheimer, que estava nomeado para 13 Óscares e que acabou por conquistar sete (Melhor Filme, Melhor Realização, Melhor Ator, Melhor Ator Secundário, Melhor Banda Sonora Original, Melhor Fotografia e Melhor Montagem). A obra, de Cristopher Nolan, trata precisamente a história de J. Robert Oppenheimer, considerado o pai da bomba atómica, retratando todo o contexto antes, durante e depois, as dúvidas e medos, os avanços e recuos, a par de um lado mais pessoal desta estranha e curiosa personalidade.
O caldense Luís Ventura foi um dos que participou no passatempo. “Já é o terceiro ano que venho e espero continuar a vir porque acho uma boa iniciativa, está lindíssimo”, disse.
“Acho que é uma boa forma de assinalar a noite dos Óscares para quem, como eu, gosta de cinema”, salientou.
Em relação ao filme que viu disse que “se não fosse bom, não estava nomeado, é uma boa história”.
Luís Ventura deixou ainda os seus votos para que mais pessoas adiram à iniciativa. Ainda assim, nota, “este ano está muito mais gente”.
Os participantes tiveram direito a animação por parte de um grupo de mimos, a um concerto de um saxofonista, um copo de champanhe e pipocas, além de assitistirem ao filme.
Amaro Correia, diretor do centro comercial La Vie das Caldas, explicou à Gazeta que este foi o quarto ano desta iniciativa ligada às artes na qual decidiram apostar.
“Este ano houve uma maior abertura à população, que se inscreveu e tivemos que mudar para uma sala maior”, contou, esclarecendo que estiveram 109 pessoas a assistir ao filme. “Foi muito positivo e esperamos repetir no próximo ano”, revelou, notando que é uma forma de despertar as pessoas para o acontecimento da Noite dos Óscares e também de estreitar a relação com a comunidade ■
ivicente@gazetadascaldas.pt