Obras realizadas no Cencal para conhecer no Museu de Cerâmica

0
612

1-panorGeral1Abriu ao público na sexta-feira, 12 de Setembro, no Museu de Cerâmica, a exposição de trabalhos realizados por formandos do Cencal durante o último ano. Esta é a oportunidade de conhecer, até final de Outubro, o resultado final das acções deste centro de formação que tiveram lugar nas instalações das Caldas (cerâmica) e da Marinha Grande (vidro).
A sala de exposições temporárias do Museu de Cerâmica tem agora uma grande mesa onde há propostas de cerâmica e de vidro para apreciar. Há formas e decorações para todos os gostos pois estas reflectem acções de formação de vários tipos, desde a Iniciação até à decoração medieval. Há também obras feitas em vidro, que foram produzidas na Marinha Grande.
Ana Bica, directora do centro de formação, salientou o bom relacionamento que liga o centro de formação caldense ao Museu de Cerâmica “e que nos permite apresentar o resultado final dos cursos que coordenámos ao longo do último ano”. A responsável deu ainda a conhecer que o centro de formação caldense pretende realizar no Museu da Marinha Grande a exposição das peças em cerâmica “de modo a aproveitar as sinergias entre as duas localidades”
Carlos Coutinho, coordenador dos museus de Cerâmica e Malhoa, também referiu que “é com grande satisfação” que se mantém esta parceria, que possibilita que ao longo de dois meses se possa conhecer “um pouco do que se faz no Cencal”.
No próximo dia 26 de Setembro, no âmbito das Jornadas Europeias do Património, o museu vai acolher uma conferência sobre a indústria cerâmica em Portugal que vai contar com as presenças de José Luís Almeida Silva (do Cencal e Gazeta das Caldas) e ainda do arquitecto Manuel da Bernarda, industrial ligado a empresas de cerâmica de Alcobaça.
A exposição do Cencal está patente no Museu da Cerâmica das Caldas da Rainha e pode ser apreciada até finais de Outubro.

N.N.