Segundo Calhau leva arte ao Planalto das Cesaredas

0
783
A artista Ana Cristina Dias já se encontra a trabalhar na pintura do mural. É a primeira vez que participa na mostra

A segunda edição da mostra de arte iniciada em 2019 na aldeia de Moledo (Lourinhã) está de volta e estende-se para outras aldeias do concelho

A mostra de arte Calhau vai ter a segunda edição este ano, estendendo-se ao Planalto das Cesaredas. O evento artístico tem como curador Manuel d’Olivares, que explicou à Gazeta das Caldas que contará com a participação cerca de trinta artistas, oriundos de Portugal, Espanha, França, Itália, São Tomé, Brasil e do Chile, que vão fazer parte da iniciativa apresentando obras de arte efémera, arte na paisagem, vídeo-instalação, instalação-som, cerâmica, escultura, pintura e fotografia.
Estes trabalhos serão apresentados em diversos percursos. As intervenções artísticas realizam-se na natureza e também nos agregados populacionais de Moledo, Pena Seca, Reguengo Pequeno, Reguengo Grande e Cesaredas. “Desta forma envolvemos as duas freguesias do concelho da Lourinhã”, disse o responsável, que iniciou este projeto em 2019 na aldeia do Moledo.
De programação deste ano faz parte um concerto do pianista Miran Devetak, a 3 de julho, pelas 18h00, que terá lugar na Pedreira da Barranca.
Segundo Manuel d’Olivares, esta mostra nestas localidades é também uma forma de chamar a atenção para a necessidade da preservação do património local. A 2ª edição do Calhau conta com artistas em residência que já estão a realizar as suas obras nas localidades. Pretende-se, ainda, promover a relação dos artistas com a população e com os visitantes, numa partilha de experiências e vivências.
O Calhau é organizado pela Associação de Amigos do Planalto das Cesaredas com os apoios da Câmara da Lourinhã, da União de Freguesias de São Bartolomeu dos Galegos e Moledo, da Junta de Freguesia do Reguengo Grande, do Geoparque Oeste e do GEAL – Museu da Lourinhã. A mostra conta também com a colaboração de cidadãos das terras envolvidas.