Atletismo: Grande Prémio da Foz juntou mais de mil participantes

0
419
A partida para a prova principal, que teve perto de 1000 participantes

Filipe Vitorino e Mónica Silva venceram provas principais, Marcos e Inês Gomez venceram os 5km

A Foz do Arelho foi inundada por um mar… de atletas para a o primeiro Grande Prémio da Foz do Arelho em atletismo de estrada. As diversas vertentes da corrida juntaram cerca de 800 atletas classificados, sendo que a estes acresceram ainda os participantes da caminhada, numa jornada que contou com mais de 1200 participantes. Filipe Vitorino, do CN Rio Maior, e Mónica Silva, do Salgueiros, foram os primeiros a inscrever os seus nomes na galeria de vencedores de uma prova que, garante o presidente da Junta de Freguesia da Foz do Arelho, vai ter continuidade.
Escondeu-se o sol e levantou-se o típico vento do Oeste no sábado, 11 de maio, dia da prova. Mas apesar das dificuldades extra que o vento trouxe aos atletas, que tinham que fazer metade do percurso “contra a corrente”, mas a regra entre os participantes era de que valeu a pena o esforço para fazer uma corrida, ou caminhada, com o magnífico cenário da Lagoa de Óbidos sempre em fundo.
A competição começou com os mais novos. As provas jovens contaram com cerca de 140 participantes, divididos pelos escalões de Benjamins A e B, Infantis, Iniciados e Juvenis. Nestas estiveram em destaque os jovens atletas caldenses, dos Pimpões e do Arneirense – clubes que coorganizadores da prova em conjunto com a Junta de Freguesia da Foz e o Município das Caldas da Rainha.
Depois partiu a caminhada e o prato principal tinha as provas de 5km e 10km, a partir do escalão de juniores até aos veteranos. Na prova curta, dupla vitória para os Pimpões, com os irmãos Marcos e Inês Gomez a arrecadarem os troféus principais. Na prova de 10 km, foi animada a discussão do triunfo com um trio a chegar aos metros finais em condições de discutir o primeiro lugar num sprint final. Filipe Vitorino foi o vencedor, à frente de Alexandre Venâncio e Roberto Ladeiras, ao fim de 31m19s de prova. Cerca de quatro minutos depois chegou Mónica Silva, a vencedora da prova feminina.
Fernando Sousa, presidente da Junta de Freguesia da Foz do Arelho foi o mentor da prova. O autarca quis recuperar os antigos 10km da Lagoa e desafiou Carla Ferreira, dos Pimpões Triatlo, e o Arneirense, para ajudarem na organização. “Estiveram comigo desde o primeiro minuto e conseguimos trazer para esta magnifica paisagem um número tão elevado de atletas, com alto gabarito nacional”, disse Fernando Sousa, que acredita que a prova tem pernas para andar e, por isso, não tem dúvidas que a segunda edição vai acontecer e será ainda melhor.
“Pensamos alargar o percurso, para fazer os 10km seguidos sem ter que se fazer duas voltas”, adianta. O que Fernando Sousa não tem dúvidas é que esta é mais uma boa forma de promover a freguesia. “É esse o nosso lema desde o início, promover a freguesia”, disse acrescentando que há mais iniciativas a caminho. “Dentro de poucos dias vamos lançar a marca Foz do Arelho, no dia da festa da vila vamos inaugurar os trilhos e estamos a idealizar uma prova para fazer nesses trilhos mais para o final do ano”, adiantou.
Presente na prova esteve também o presidente da Câmara das Caldas, Vítor Marques, para quem a prova “superou as expectativas”. O autarca realça que esta é mais uma iniciativa de promoção do atletismo e da atividade dos dois clubes envolvidos, os Pimpões e o Arneirense, mas também promover o turismo. “Temos aqui 1200 participantes e os seus acompanhantes que fazem este percurso lindíssimo e que podem voltar noutras alturas para desfrutar desta praia”, observou. ■