Caldas B/ Peso prepara estreia em competição

0
1078
O plantel do Caldas B/ GD Peso no jogo de preparação com os juniores do Caldas

A três semanas da estreia no campeonato da I Divisão Distrital de Leiria, o Caldas B/ GD Peso fez um jogo de preparação com os juniores do Caldas, tendo perdido por 6-3.
O projecto do Caldas B/GD Peso está a iniciar-se esta época. Trata-se de uma equipa de Sub21 (apenas três elementos do plantel podem ter idade superior), que pretende dar continuidade aos jovens da região, formados ou não no Caldas SC, que saem do escalão de juniores.

Ainda com um plantel algo limitado, com apenas 13 atletas e sem guarda-redes (foi necessário recorrer aos guardiões dos juniores do Caldas nesta partida), a formação orientada por Hugo Morgado mostrou algumas virtudes mas também alguns aspectos a melhorar.
“É um projecto novo, nesta fase inicial estamos com dificuldades na constituição do plantel”, refere o técnico e antigo jogador dos Caldas. Uma das dificuldades na construção do plantel consistiu no facto de o projecto ter arrancado numa fase em que a de iniciação época, “alguns que saíram da formação do Caldas já se tinham comprometido com outros clubes e é pena não termos dado essa continuação”, lamenta.
No entanto, foi possível recrutar atletas que alinhavam noutros clubes da região e as duas de três vagas para atletas com mais de 21 anos foram ocupadas com dois jogadores que foram referência entre os das suas gerações na formação, o central Floriano Marques, que integrou o plantel principal do Caldas na época 2006/07, e o polivalente Bruno Francisco, que vestiu por 102 vezes a camisola principal do Caldas e marcou oito golos entre 2006/7 e 2011/12.
“Vamos ter ambição na mesma”, garante Hugo Morgado, embora ressalve que o principal objectivo é de “continuar a formar atletas para a equipa principal”.
O técnico garante que se está a formar uma estrutura forte e bem alicerçada “para que as coisas corram da melhor maneira e incentivar os atletas a estar aqui, com orgulho de representar as cores do Caldas e do Peso e ambição de chegar à equipa principal do Caldas”. De resto, nas primeiras semanas de treino já foram vários os casos de jogadores que foram chamados por José Vala para integrar os treinos, o que Hugo Morgado considera importante, para que os atletas percebam que essa dinâmica existe.
Para Hugo Morgado esta é também uma experiência nova, a trabalhar com uma equipa de seniores, embora mantendo uma forte componente de formação. “Pensei bastante, porque estou há 9 anos com a formação, penso que tenho capacidade para agarrar e honrar este projecto”, afirma.
Hugo Morgado tem como adjuntos neste projecto o antigo médio Pidocha e também Ricardo Meireles, que também alinhou pelo Caldas nas camadas jovens e tem integrado a estrutura em equipas de formação.