Casa do Benfica das Caldas elegeu corpos gerentes

0
400
Edmundo Carvalho e, ao fundo, o novo e o anterior presidente da AG

Eleição permite a reabertura da casa nº2 do SL Benfica

A Casa do Benfica nas Caldas da Rainha elegeu no passado dia 22 de março os novos corpos sociais para o triénio 2024/2026, tendo Edmundo Carvalho como novo presidente da direção.
O ato eleitoral da passada sexta-feira veio colocar fim a um vazio diretivo que a Casa do Benfica caldense vinha a atravessar.
Numa assembleia-geral concorrida, o ato eleitoral teve apenas uma única lista a concurso, que foi eleita com 81,6% dos votos. Na mesma assembleia, o presidente da Assembleia-geral cessante, Manuel Ferreira, aproveitou para se despedir, sem antes ouvir um grande elogio pela sua dedicação de décadas como dirigente daquela casa. Chamou, então o atual presidente da Mesa da AG, Pedro Seixas, para lhe dar posse e o mesmo dar continuidade à cerimónia, sendo depois empossados os três órgãos sociais.
Edmundo Carvalho, novo presidente da direção da casa benfiquista, manifestou-se satisfeito e declarou que “esta equipa fará tudo para dignificar o bom nome da casa n°2 do Sport Lisboa e Benfica, com muito empenho, dedicação e trabalho para que os benfiquistas caldenses a vivam intensamente”.
O fim do vazio diretivo vai permitir, por agora, a reabertura da Casa do Benfica das Caldas sempre que se realiza um jogo do Benfica, está ainda garantido um jantar de convívio aberto a todos os sócios interessados na primeira sexta feira de cada mês.
Além do presidente Edmundo Carvalho, a direção é composta pelos “vices” Carlos Coimbrão, Jorge Seixas, Regina Trindade, Pedro Gaspar, Jorge Galeão e Maria Alice Silva, e pelos suplentes José Batista e José Costa. A Assembleia-geral é presidida por Pedro Seixas, tem como vice-presidente Durval Costa e como secretários João Serrenho e Mário Duarte. O Conselho Fiscal tem como presidente Paulo Coimbrão, o vice-presidente é António Pego e o relator António Pinto, e são suplentes Luís Martins e Luís Santos. ■