Ciclismo: Dinis Martins conclui prova no top 10

0
1176
Dinis Martins na escalada da Serra de Montejunto

Caldense do Ecosprint Nutea foi prejudicado por uma queda na etapa principal

Dinis Martins, mais um promissor ciclista caldense que corre pelo Caldas Ecosprint Nutea, terminou a Volta a Portugal de Cadetes na 9ª posição, depois de ter sido prejudicado por uma queda na etapa principal desta prova de três dias. Dinis Martins começou a competição com um quarto lugar de uma etapa inaugural muito rápida e discutida ao sprint, tendo sido o melhor português. As bonificações a meio do percurso colocaram o caldense no sexto lugar da geral. Seguiu-se nova etapa em linha, que se correu a impressionante média de 42km/h. No sprint, Dinis Martins não conseguiu a melhor colocação e terminou em 44º, descendo a 26º da geral. Mas a etapa decisiva era a derradeira e mais dura das três, com escalada ao Montejunto. “Estava com boas pernas, mas numa altura atacada, onde estavam a sair atletas, tive uma queda e falhei a fuga que acabaria por discutir a etapa”, conta. Dinis Martins fez uma grande subida, que lhe permitiu ainda ser 11º da tirada, a 1m24 do vencedor, Gonçalo Rodrigues, do Landeiro KTM, que venceu também a Volta, com Dinis Martins a 1m37 na classificação geral.
A Caldas Ecosprint Nutea colocou, ainda, Duarte Martins em 41º, Gonçalo Tomás em 67º, Xavier Gaspar em 107º e foi 10ª por equipas.
Quem também esteve em prova no fim-de-semana foi António Morgado, que até domingo disputa o Tour D’Avenir (Volta à França do Futuro). À terceira etapa, o caldense da Axeon, que representa a seleção nacional, estava em 51º a 1m55 do líder, tempo que a seleção perdeu no contrarrelógio coletivo. ■