Gaeirense caiu de pé

0
791
Gazeta das Caldas
Equipa do Gaeirense | D.R.

Pavilhão da SCR Gaeirense, Gaeiras
Árbitro: André Franco, AF Leiria

GAEIRENSE 2*
Chico, André Ferreira, Gonçalo Pêgas, Rui Gageiro (C), Luís Trindade, Beckam, Pedro Xurra, André Poeira, Hugo Duarte, Wilson Gomes, Gonçalo Cardoso, Paulo Fragoso
Treinador: Cláudio Silva

NS POMBAL 2*
Cardoso, João S., Bicho, João M., Denis, Jorge, Porta (C), Mico, Randy, Moleiro, Brazeta, Gomes
Treinador: Nuno Marques
Ao intervalo: 1-2
Marcadores: Bicho (6’), Denis (25’), Gonçalo Pêgas (26’), Mico (64’) e Luís Trindade (68’)
Disciplina: amarelo a Jorge (38’) e Gonçalo Pêgas (60’+2)
*3-3 após prolongamento; 2-3 nas grandes penalidades


O Gaeirense, detentor do troféu, jogou no passado sábado nova presença na final four com o NS Pombal e só nas grandes penalidades a decisão foi encontrada. Os gaeirenses recuperaram de duas desvantagens, mas foram infelizes na parte final.
O Núcleo entrou a tentar controlar as operações e conseguiu. A formação que comanda a Divisão de Honra entrou forte e conseguiu a vantagem aos seis minutos, Denis num passe cruzado rasteiro encontrou Bicho solto ao segundo poste.
Só a partir dos 10 minutos o Gaeirense conseguiu começar a responder com eficácia, mas seriam os pombalenses a chegar ao segundo. Moleiro rematou da zona frontal, com os gaeirenses a pedirem falta na origem do lance, Chico defendeu mas Denis estava no sitio certo para a recarga. O Gaeirense, que já repartia o encontro, empatou de seguida, com Pêgas a emendar um remate de Rui Gageiro defendido por Cardoso.
Reduzir antes do intervalo fez o Gaeirense crescer na segunda parte. As oportunidades sucediam-se, mas a bola só entrou ao minuto 53, por Wilson Gomes, num contra-ataque bem gizado com André Ferreira.
O golo forçou prolongamento. O NS Pombal voltou a estar melhor na primeira parte e conseguiu nova vantagem. O Gaeirense voltou a reagir melhor na segunda parte e forçou o desempate da marca de grande penalidade. Aí, os pombalenses foram 100% eficazes, enquanto os gaeirenses viram Gomes defender a última tentativa, de André Poeira.
O vencedor da época passada sai assim de prova, mas cai de pé, com um excelente jogo. J.R.