Hip Hop: Óbidos recebeu cerca de mil hip hoppers de todo o mundo

0
238
Provas decorreram no Pavilhão Municipal de Óbidos, que teve lotação estendida para cerca de mil lugares sentados, e decorreu num ambiente contagiante

Competição teve lugar durante três dias e trouxe grande movimento para a hotelaria da região.

Óbidos foi, entre 27 e 29 de outubro, o centro mundial do hip hop de competição, com a realização do Campeonato do Mundo desta modalidade assente nas danças urbanas. Dos quatro cantos do mundo viajaram até à vila medieval cerca de 1000 hiphoppers, numa iniciativa que está garantida para o mesmo local para os próximos dois anos.
A iniciativa de trazer a competição para Óbidos foi da Dance Life Academy, uma escola de dança que tem base em Arruda dos Vinhos. “Trouxemos este evento mundial para esta região bonita. Acreditamos que a vila de Óbidos era um sítio excelente para acolher a competição, por tudo o que reúne e a envolvência que tem, com o castelo, as ruas, e que representa muito bem Portugal”, disse João Condesso, promotor da entidade.
Além da empresa de Arruda dos Vinhos, a iniciativa foi possível com os apoios da OesteCIM, do Município de Óbidos e da Óbidos Criativa, que “deram um contributo enorme” para que fosse possível acolher a prova, sublinha João Condesso, que faz um balanço extremamente positivo. “Não poderia ter corrido melhor. Já fui a muitos campeonatos do mundo, nos Estados Unidos, na Alemanha, nos Países Baixos, e sem dúvida que deve ter sido o campeonato mais bem organizado”.
A prova contou com a presença de praticamente mil participantes, de 16 países diferentes. As competições desenrolaram-se em vários escalões etários e nas variantes de batalha de um para um, duo, small crew e mega crew
“A ideia foi também trazer as danças urbanas para a região do Oeste e impulsionar as escolas aqui da região”, diz João Condesso. De resto, além das participações de elementos da Dance Life Academy, a escola fez demonstrações com alunos de iniciação e estiveram, ainda presentes com demonstrações a Óbidos Dance e o Hip Hop dos Pimpões.
João Condesso pretende que os campeonatos nacionais, que por norma se realizam em Lisboa com cerca de 1500 hiphoppers envolvidos, possam também vir para o Oeste, de modo a dar mais visibilidade à modalidade na região.
Margarida Reis, vereadora do Desporto da Câmara de Óbidos, diz que esta iniciativa foi uma oportunidade para o concelho ter “outro tipo de eventos de âmbito desportivo no Oeste”, que trazem um tipo de público diferente ao município, nomeadamente os jovens. Trouxe, igualmente, “interesse económico direto com a lotação da hotelaria, não só do concelho, mas dos vizinhos também”, sublinhou a autarca.