Liga3: Caldas vence no berço no leão e assalta liderança

0
582
Pepo festeja o terceiro golo do Caldas - Foto: FPF

O Caldas venceu (1-3) o Sporting B, na visita à Academia do Sporting, e subiu à liderança da Série B, à condição até domingo, quando o Covilhã completa a jornada com o Oliveira do Hospital.

O Caldas chegou cedo à vantagem, com alguma fortuna à mistura. Ao minuto quatro, Edu coloca um pontapé comprido, Miguel Alves tinha o lance controlado, mas tropeçou num relvado muito irregular, Miguel Rebelo, que acompanhava à distância, recolheu a bola e, na cara de Diego Callai, não se fez rogado e colocou o Caldas a ganhar.

Um golo que trouxe tranquilidade ao Caldas. Com o jogo a ser disputado com muito contacto físico, que conduziu a número elevado de faltas para os dois lados, o Caldas estava confortável, mantendo os jovens do Sporting a uma distância segura da baliza de Wilson Soares. O Sporting criou perigo relativo com duas jogadas em que os laterais, Gonçalo Esteves e Pedro Bonto, procuraram criar desequilíbrios, mas com o Caldas a fechar bem os espaços e a obrigar os leões a rematar com poucas hipóteses de sucesso. Os leões ainda introduziram, na sequência de um canto, a bola na baliza do Caldas, mas com fora-de-jogo de Chico Lamba.

Os alvinegros, em vantagem, saiam para o ataque pela certa e 38 minutos, o segundo golo esteve muito perto. Grande lance de João Tarzan em drible a partir da esquerda, o avançado do Caldas entra na área e é travado por Alexandre Brito. Na jogada, Pedro Bonto acabou por tocar com o joelho na cabeça do avançado do Caldas, que teve que ser substituído. Dos 11 metros, Leandro Borges prolongou a má fase do Caldas com as grandes penalidades e disparou por cima.

A fechar a primeira parte, o Sporting teve o seu melhor lance no primeiro tempo. Com o Caldas de bloco subido, Tiago Ferreira isolou Rafael Nel com um grande passe, mas Wilson, atento, saiu da baliza e chegou primeiro que o avançado leonino.

Na segunda parte o Caldas voltou a marcar muito cedo, e a dobrar, mercê da pressão exercida na saída de bola do Sporting. Henrique ganhou um livre depois de roubar a bola a Diogo Abreu. O próprio bateu com um belo remate, a bola ressaltou da barra para as mãos de Diego Callai e foi para a baliza (48′).

Dois minutos depois, novamente Henrique e Miguel Rebelo a ganharem a bola na pressão ofensiva, Miguel Rebelo foi para a área e ofereceu o golo a Pepo.

O Caldas resolvia a partida bem cedo. O Sporting só conseguiu reduzir por Mauro Couto, a corresponder a um bom cruzamento de Dudá, o leão mais “assanhado” na partida.

Destaque ainda na partida para o regresso de Gonçalo Barreiras à competição, depois de recuperar de uma grave lesão na face contraída num jogo de preparação com o Peniche, ainda em julho.

O Caldas reparte a liderança com os leões e o Atlético, com 12 pontos, mais um que o Sp. Covilhã, que recebe no domingo o Oliveira do Hospital.