O Sporting Clube das Caldas anunciou, esta quinta-feira, que o presidente Luís Filipe pediu demissão do cargo, alegando “compromissos profissionais supervenientes e imprevistos, que o impedem de desenvolver o mandato até ao final”.

De forma a “perturbar o mínimo possível a atividade do clube”, a Direção mantém-se “em gestão, preparando a próxima época, até às eleições que serão marcadas o mais depressa possível, considerando os diversos compromissos do clube”.

Luís Filipe foi eleito, no final de maio, presidente do Sp. Caldas, sucedendo no cargo a Filipe Mateus.