Futebol: Pelicanos pagaram a audácia de querer ganhar

0
270
Os leões deram pouco espaço à referência ofensiva do Caldas, João Tarzan

O Caldas entrou a pressionar e até colocou uma bola no poste, mas o Sporting B marcou dois golos nos dois primeiros remates

O Caldas foi a Alcochete à procura da terceira vitória em três jogos sobre o Sporting B esta época, mas pagou a ousadia perante a enorme eficácia da equipa leonina, que marcou nos dois primeiros ataques que disferiu à baliza caldense.
O que estava em jogo para os pelicanos era, sobretudo, a aproximação ao Sporting B na liderança da Série, de modo a poder atacar o primeiro lugar na segunda volta.
A formação do Caldas entrou com vocação ofensiva, a pressionar o Sporting com um bloco curto, não só a dominar a posse de bola, mas a tentar cortar espaços ao início da organização ofensiva dos jovens leões.
Com os leões muito atentos aos movimentos de João Tarzan e de Pepo, foi André Perre que começou a assumir protagonismo no ataque do Caldas. Logo ao minuto quatro, André Perre tirou um cruzamento perigoso que o central Miguel Alves cortou em direção da própria baliza, mas com alguma felicidade viu a bola ser devolvida pelo poste.
Com o Caldas à carga, nova jogada de perigo logo a seguir, com a dupla beneditense dos pelicanos, André Perre e Marcelo Marquês, a combinar, mas o lance a esbarrar na marcação dos leões a João Tarzan.
Com o Caldas ao ataque, o Sporting resistiu e a qualidade técnica dos seus jovens jogadores deu rapidamente mostras do que era capaz de fazer. Primeira saída dos leões, bola descongestionada a partir da defesa vai para a esquerda em Vando Félix, o extremo vem para o meio, em desequilíbrio toca para a chegada de Marco Cruz, que de primeira bate Diogo Garrido.
O Caldas responde, sempre por André Perre, agora com remate de longe, mas nova transição rápida do Sporting B vale o segundo golo.
Em vantagem e a ser capaz de desmontar o Caldas nas transições, o Sporting aceitou ser dominado e chegou ao terceiro a finalizar a primeira parte.
O desfecho do jogo estava resolvido, o Caldas continuou à procura do golo, mas nunca encontrou o espaço.
Mas a derrota acabou por não ter efeitos negativos na classificação, o Caldas mantém 6 pontos de vantagem para a linha de despromoção, uma vez que Pêro Pinheiro e 1º Dezembro perderam e começam a ficar em maus lençóis. ■