Penichense Matias Canhoto é campeão nacional de surf em sub16

0
238

O jovem penichense Matias Canhoto tornou-se este fim de semana no mais recente campeão nacional de surf no escalão de sub16. A final foi disputada este fim-de-semana, em Peniche, mais especificamente na praia dos Supertubos.

Logo no primeiro dia de competição o destaque foi o atleta penichense do Peniche Surfing Clube, com os dois melhores scores combinados de 17,25 (heat 5 | ronda 2) e de 15,25 (heat 17 | ronda 3) e Martim Fortes (Ericeira Surf Clube) com a melhor onda do dia, um excelente tubo que lhe valeu 9,65 pontos em 10 possíveis.

No domingo, dia das finais, as boas ondas continuavam em Supertubos. Matias e Martim continuaram, também, o seu domínio, que culminou com o confronto na final do campeonato. A direção de prova decidiu, face ao elevado período de onda, que a disputa pelo título seria em 40 minutos, o que permitiu aos surfistas gerir melhor a bateria.

Matias Canhoto (score combinado de 15,25 pontos) cedo mostrou ao que vinha, com as suas primeiras três ondas (7, 6,80 e 8,25, respetivamente) a colocarem a fasquia muito elevada. Martim conseguiu uma pontuação numa esquerda com um tubo que lhe valeu uma pontuação de 7 pontos, mas ficou a faltar-lhe uma onda de backup (5,50 na última onda, score combinado de 13 pontos) tendo acabado a necessitar de uma onda de 7,76.

Em 2022 Matias Canhoto sagrou-se campeão em sub16 da edição europeia do Rip Curl Gromsearch, na final que se realizou em Peniche, foi 9º classificado no Campeonato do Mundo de Surf Junior onde foi o melhor português, vice-campeão europeu de surf júnior no escalão de sub16 e agora também campeão nacional de surf sub16.