Pickleball: Há uma nova modalidade a crescer no Vau

0
290
O pickelball tem aspetos similares ao ténis, ao padel, mas também ao voleibol

Clube de Pickleball do Vau comemorou 5º aniversário com organização de torneio. O clube quer desenvolver-se.

Para o grande público, o pickleball é ainda uma modalidade desconhecida, mas há um clube no Vau, no concelho de Óbidos, que pratica a modalidade já há cinco anos e que quer, agora, expandir a atividade.
O pickleball chegou à região em 2017 com alguns franceses que aqui se radicaram, trazendo este desporto que tinham descoberto nos Estados Unidos da América. “Começaram a desenvolvê-lo e a jogar entre amigos”, conta Maria Romão, membro da direção e relações públicas do Clube de Pickleball do Vau. O clube nasceu nesse ano, com um court criado nas instalações da ARDC Vauense. Desde então, tem vindo a desenvolver-se e conta já com cerca de 40 membros, entre portugueses, franceses, belgas, norte-americanos, ingleses.
Agora, por ocasião do 5º aniversário, o clube organizou o primeiro torneio, e também o primeiro torneio da modalidade realizado em Portugal, juntando os clubes do Porto, Algarve e Lisboa.
“Convidámos esses clubes para nos conhecermos e também para perceber as capacidades dos vários jogadores, com o objetivo futuro de formar vários rankings de acordo com o nível de jogo de cada um”, refere Maria Romão.
O pickleball é “uma modalidade que não tem idade, temos jogadores desde os 20 anos aos 82”, refere Maria Romão. A crescente comunidade de estrangeiros na região tem vindo a fortalecer o clube, que quer agora formalizar-se. “Ainda não tivemos a possibilidade de nos formalizar como clube, por ser uma modalidade pouco conhecida em Portugal”, refere Maria Romão.
“Neste momento estamos agregados à ARDC Vauense, com a qual temos uma relação amigável, mas queremos expandir”, quer o próprio clube, quer a modalidade, com demonstrações para o público geral, mas também para as escolas, refere Maria Romão. De resto, o clube convidou os presidentes da Junta de Freguesia do Vau e da Câmara de Óbidos para a entrega de prémios do torneio, também para lhes dar a conhecer a modalidade, o clube e as suas intensões.

O que é o pickleball?
O pickleball é uma modalidade de raquete criada na década de 1960 nos Estados Unidos da América e ganhou popularidade principalmente neste país e no Canadá, estando atualmente em expansão para a Europa, nomeadamente Espanha, onde começa a ter também relevo.
Pode ser jogada na variante de singulares, mas é nas variantes de pares que se torna mais interessante. É jogada num canto com dimensões próximas à de um campo de badminton de pares. O campo tem duas zonas de serviço, que é cruzado como no ténis, e uma “cozinha”, que os jogadores não podem utilizar para fazer vólei. Note-se que este é um jogo jogado muito à rede.
A bola é mais leve que a de ténis, é de plástico e é perfurada, o que maximiza o efeito aplicado pelos jogadores. A pontuação utiliza um sistema parecido com o que se utilizava antigamente no voleibol, e é onde a modalidade mais se demarca do ténis. O jogador, ou a equipa, só pontua nos pontos em que serve. Outra particularidade é que não há juízes de linha, as chamadas fora são dadas pelo jogador que defende.
Quem quiser experimentar o pickleball, pode fazê-lo nas instalações da ARDC Vauense de forma gratuita, às terças ou sábados à tarde. Se gostar, as sessões custam, depois, 3€, ou pode fazer-se membro do clube.
Maria Romão refere que esta é uma modalidade recomendada a pessoas de todas as idades. “É um ótimo exercício e faz bem ao corpo e à mente”, além de ser, também, uma modalidade que tem uma forte componente de socialização.