Real bate o Caldas no Campo da Mata

0
210
Rui Oliveira amarra um cruzamento perigoso. Foto: FPF

O encontro Caldas-Real abriu esta sexta-feira a jornada 15 da Liga 3 – Série B e a vitória sorriu aos visitantes (0-1), com Wilson Kenidy a apontar o golo que decidiu o desfecho.

A equipa de Massamá começou melhor a partida e dominou os primeiros 25 minutos, impulsionada pelos jogadores do corredor esquerdo. Logo ao quarto minuto, Rui Oliveira teve que se aplicar para impedir que Kenidy inaugurasse o marcador após lance bem desenhado por Moitas e Gustavo Moura.

O Caldas demorou a encontrar ritmo, mas depois foi capaz de responder com perigo. Vieirinha trabalhou bem na esquerda para oferecer oportunidade a Januário (28′), mas o passe saiu um pouco atrasado e o remate não saiu bem.

Melhor no passe esteve Leandro a isolar Januário (34′), mas, só com João Godinho pela frente, o camisola 10 do Caldas acertou no guardião.

Era o melhor que a primeira parte tinha para dar e, para a segunda, José Vala queria mais. Ao intervalo reforçou o meio-campo, dando mais capacidade ao Caldas para pressionar o Real e jogar mais tempo no meio-campo ofensivo.

Mas antes do Caldas conseguir criar lances de verdadeiro perigo, um contra-ataque construído à esquerda permitiu ao Real inaugurar o marcador. Wilson Kenidy (64′) finalizou de primeira a passe de Moitas.

O Caldas continuou à procura do golo, mas faltou maior precisão na finalização. Farinha (80′) e Ricardo Isabelinha (90’+1) estiveram cara a cara com João Godinho, mas não conseguiram bater o guardião. Pelo meio, Rui Oliveira manteve a equipa “em jogo” ao defender uma grande penalidade de Gustavo Moura.