Sporting Clube das Caldas tem novamente uma equipa de veteranos de voleibol

0
1043

1-SCC-IMG_0882Pavilhão Raul Jardim Graça
Árbitro: Nuno Pereira

Sporting das Caldas    2
Fernando Santa Bárbara, Paulo Agostinho, Paulo Rocha, Sérgio Oliveira “C”, José Pina, António Freitas, Rui Marques, Vítor Reis, Nuno Madrugo, José Pinto, Miguel Sousa, Frederico Coutinho, Bruno Oliveira, Diogo Policarpo e Pedro Almeida
Ausentes: Ricardo Santos, Luís Nunes, José Carrilho, Abel Alho, Mário David, Nélson Pinto e João Oliveira
Treinador-jogador: Jorge Sousa

SO Marinhense                  3
José Lopez, Francisco Matos, Rogério Nogueira, Adail Oliveira, André Fonseca, Carlos Cordeiro, Sérgio Novo, Carlos Moiteiro e Luís Almeida
Treinador-jogador: João Esteves “C”

Parciais: 18-25; 18-25; 25-12; 25-23; 13-15

O jogo é importante, mas mais importante é notar que o SCC tem novamente uma equipa de veteranos de voleibol. Após cinco anos sem competir, a passada quarta-feira fica marcada, exactamente, pelo regresso da equipa aos jogos.
O grupo treinou toda a época sem jogar. Agora procuram “reforços” que se queiram juntar à equipa e praticar esta modalidade simplesmente por gosto. Os requisitos para os interessados é que tenham mais de 20 anos e que não sejam atletas federados. Depois é treinar uma vez por semana, às quartas-feiras, às 21h30 na Encosta do Sol. Só em Agosto é que a equipa não treina.
O membro mais novo tem 23 anos, enquanto que o mais velho já soma 72 primaveras, num cruzamento de gerações bastante interessante.
Em contrapartida é pedido a quem se junta à equipa para se fazer sócio do clube, com um custo de 20 euros anuais, que podem ser pagos mensal, semestral ou anualmente.
Em relação ao jogo, ganhou quem mais fez por isso. Os dois primeiros set’s foram bem disputados, mostrando a supremacia dos visitantes que, ao terceiro, caíram, naquele que foi o mais desequilibrado set da partida (vitória parcial dos caldenses por 25-12). Os da casa conseguiram empatar o jogo, à tangente, obrigando à negra, que foi ganha pelos visitantes, somando um triunfo justo.
Apesar da derrota, o balanço é, claro, positivo. “Foi um bom jogo, um bom treino, ninguém se aleijou”, analisou o treinador-jogador Jorge Sousa, lembrando que é o primeiro jogo, e logo contra uma equipa que regularmente participa em torneios de veteranos.
“Não temos táctica, nem treinador, somos todos treinadores e acima de tudo, somos amigos e estamos de braços abertos para receber mais gente”, acrescentou.
Na segunda-feira seguinte, a equipa deslocou-se à Marinha Grande para novo jogo com o S.O.M.