Uma vitória fácil dedicada ao capitão João Santos

0
753

CAMPEONATO NACIONAL DE VOLEIBOL, DIVISAO A2

Pavilhão Rainha D. Leonor, Caldas da Rainha

1º Árbitro: António Reis. 2º Árbitro: Rui Reis

Sporting das Caldas     3

1. Nuno – 2. Ricardo Saraiva – 4. Wander – 5. Paços – 7. Luís Godinho – 9. Luís Maria – 10. Pedro Antunes – 12. Manuel Maria – 13. Carlos Julião “cap” 14. Silva – 15. Hugo Maria (Libero)

Treinador: Júlio Reis

C. V. Lisboa                   0

Ribeiro – Mariano – Monteiro – Veríssimo – Mata – Gonzalez – Nunes (Cap.) – Aparício – Coelho – Rodrigues – Espinho – Bau (Líbero)

Treinador: J. Nunes

Parciais: 25-19; 25-20; 25-21

Com menos publico que o normal no Pavilhão Rainha D. Leonor, o Sporting das Caldas recebeu a equipa do CV de Lisboa para um jogo tranquilo, com domínio claro desde o início da partida, com os jogadores muito unidos na luta por cada ponto.

Nos dois primeiros sets a superioridade dos locais foi sempre evidente desde o início, com claro domínio e levando alguns pontos de vantagem ao longo de cada parcial. No último a equipa de Lisboa liderou até chegar aos 18 pontos mas os caldenses que nunca deixaram de controlar o resultado reverteram o marcador e acabaram por vencer o set e a partida com uma vantagem de 4 pontos.

Notou-se nesta partida a ausência do capitão João Santos, a contas com uma pequena lesão como foi informado pelos responsáveis da equipa, tendo sido substituído por Manuel Maria na equipa que iniciou o jogo, sendo uma oportunidade dada a um jogador habitualmente tapado na sua posição e que acabou por cumprir. No último parcial o treinador Júlio Reis pôs em jogo o habitualmente suplente Pedro Antunes que, ainda júnior, está com o plantel sénior com muito mérito e que soube aproveitar o tempo de jogo que lhe foi dado, mostrou que continua a evoluir e que será uma alternativa séria para o futuro.

Mais informações em Gazeta das Caldas impressa