A jovem freguesia que faz a junção da cidade, campo e mar

0
746
Fonte Luminosa é uma das atrações da cidade das Caldas | DR

Antigas freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro foram agregadas há sete anos e deram início a um novo ciclo

Reunindo os territórios das antigas freguesias de Santo Onofre (no centro da cidade) e Serra do Bouro (onde convergem o campo e o mar), a União de Freguesias das Caldas da Rainha Santo Onofre e Serra do Bouro é uma das “novas” freguesias do concelho, criadas em 2013, aquando do processo de reorganização administrativa do país. Esta mudança justificou, de resto, uma alteração nos limites das antigas freguesias para que houvesse continuidade territorial.
Todavia, e curiosamente, Santo Onofre já era uma das mais recentes freguesias do concelho, pois foi criada em 1984, quando se tornou numa das duas freguesias da cidade.
A história deste território perde-se no tempo, sendo que tudo começou no chamado Bairro das Águas Santas, onde se viria a constituir o afamado Balneário das Águas Santas, bem no centro da cidade. Quando, após uma longa luta, foi criada a freguesia, decidiu-se designá-la com o nome do apócrifo Santo Onofre, cuja imagem se encontra na Quinta dos Pinheiros.
Com o passar dos tempos, o Bairro das Águas Santas viria a transformar-se no Bairro da Ponte, sendo hoje um verdadeiro “pulmão” da atividade cultural, desportiva e social das Caldas, dado que possui inúmeras coletividades e instituições, sendo difícil (e por ventura injusto) destacar alguma.
A cidade cresceu e tem diversos equipamentos ao serviço da população. Um dos pontos de interesse é a Fonte Luminosa, no Bairro dos Arneiros, que foi recentemente alvo de uma intervenção, a cargo do município das Caldas da Rainha.
Segundo os últimos dados oficiais, Santo Onofre tinha 12500 habitantes e uma área de 8,75 Km2, enquanto a Serra do Bouro, que faz agora a ligação da cidade ao mar, tinha 720 habitantes e uma área de 17,9 Km2.
Quanto à Serra do Bouro, tem a particularidade de ser constituída por diversos lugares, como Boavista, Cidade, Espinheira, Cabeço da Vela, nenhuma delas, porém, com nome diretamente relacionado com a antiga freguesia.
Além do belíssimo Miradouro da Arrinhada, a Serra do Bouro destaca-se pela paisagem e pela ligação ao mar, nomeadamente na Estrada Atlântica, com vistas panorâmicas para o vale tifónico de Óbidos/Caldas da Rainha e para o oceano Atlântico.

 


Segredos escondidos

Miradouro da Arrinhada

Encontrar segredos numa freguesia com tanta variedade é um exercício difícil, daí que, neste caso, quando chega a hora de recomendar um bom local para uma visita ou passeio a escolha recaia sobre o Miradouro da Arrinhada, na Boavista, em plena Serra do Bouro.
Ali, os visitantes podem deparar-se com um cenário deslumbrante sobre o Atlântico, com escarpas íngremes e que inspiram cuidados. De resto, foi para reforçar a segurança num local muito visitado que a União de Freguesias das Caldas da Rainha – Santo Onofre e Serra do Bouro colocou grandes vasos em cimento que servem de proteção no miradouro. Recentemente, a autarquia convidou os moradores a decorarem os vasos, havendo opções estéticas para todos os gostos. Inclusive, um dos vasos retrata um barco, o iate “Pontual”, que naufragou naquelas rochas a 12 de outubro de 1950.