Mais uma vítima mortal com tractor agrícola nas Caldas

1
459

Um agricultor de 73 anos faleceu na passada segunda-feira, 13 de Fevereiro, depois do tractor que conduzia se ter virado no Paraíso (Ribeira dos Amiais).
Segundo o comandante dos bombeiros das Caldas, José António Silva, o homem teria estado a fazer uma limpeza num terreno com eucaliptos e estaria a regressar a casa, distante um quilómetro. “Quando vinha a sair do eucaliptal para entrar na estrada, onde existe uma inclinação ligeiramente acentuada, as rodas da frente levantaram-se. Ele caiu, o tractor capotou depois e a roda de trás ficou em cima da sua cabeça”, contou. O agricultor terá morrido no local, embora algumas pessoas tenham conseguido virar o tractor para o tentar salvar.
Há três anos atrás o homem teve um acidente também com um tractor, mas dessa vez escapou apenas com ferimentos. Em ambos os casos o tractor não tinha o sistema de segurança, que é obrigatório por lei.
Um casal, com 29 e 35 anos, e os seus três filhos menores tiveram que ser resgatados de uma casa na rua Tenente Sangreman Henriques, nas Caldas da Rainha, durante a madrugada de 13 de Fevereiro, na sequência de uma alegada fuga de gás.
De acordo com o comandante dos bombeiros das Caldas ainda não foi possível apurar a causa para que a família se tenha sentido mal durante a noite. “Ou inalaram gases por causa de uma fuga, ou por causa da falta de saída de gases do esquentador”, referiu.
Na terça-feira, José António Silva continuava à espera de conseguir entrar em contacto com os responsáveis da Lusitânia Gás, a empresa fornecedora da casa onde tudo aconteceu.
Há um mês houve outro caso semelhante na rua Vítor Lopes e nessa altura uma fonte da Lusitânia Gás terá explicado que nas cozinhas com gás natural o exaustor não pode estar a funcionar ao mesmo tempo que o esquentador, por causa do escoamento. “É necessário implementar um dispositivo que desligue o exaustor quando se liga o esquentador, segundo o que me explicaram”, contou o comandante dos bombeiros.
Na última situação, no dia 13, os membros da família aperceberam-se de que estavam a ficar mal-dispostos e do cheiro a gás, tendo telefonado para o 112. Foram transportados para o hospital, mas tiveram alta poucas horas depois.
No mesmo dia os bombeiros das Caldas tiveram que combater dois incêndio causados por duas queimadas, em Reguengo da Parada e nas Bairradas, que se descontrolaram. Ambas as situações foram rapidamente controladas pelos bombeiros.
“Este é um dos invernos mais secos dos últimos anos e por isso devem ser tomadas ainda mais precauções quando se fazem queimadas”, referiu o comandante dos soldados da paz das Caldas.
José António Silva salienta que quem faz uma queimada deve avisar por telefone os bombeiros quando esta é iniciada.
Uma mulher de 94 anos foi encontrada morta em casa, a 10 de Janeiro, pela GNR no Bombarral. Segundo a agência Lusa, suspeita-se que o óbito tenha ocorrido há três dias, devido a doença. Os vizinhos relataram que a idosa já não era vista há vários dias. Depois de não obter resposta ao bater à porta, a GNR pediu a intervenção dos bombeiros para entrar na residência e encontrou o cadáver.

Detidos por distúrbios e droga

Um jovem estrangeiro de 22 anos foi detido pela PSP das Caldas, às 23h00 de 10 de Fevereiro depois de alegadamente ter agredido um polícia. Segundo as autoridades, os agentes foram chamados a uma pastelaria onde o indivíduo estaria a provocar distúrbios. Quando os polícias o abordaram, este terá reagido de forma agressiva, recusando-se a identificar e “sem que nada o fizesse prever agrediu um polícia, na mão direita”, acabando por ser detido. O agente não necessitou de tratamento hospitalar.
A PSP da Nazaré deteve a 13 de Fevereiro, pelas 22h00, um indivíduo de 28 anos que tinha na sua posse haxixe suficiente para a confecção de 48 doses individuais. No interior do casaco o homem tinha ainda 42 munições de calibre .22. A droga e as balas foram apreendidas.
A 6 de Fevereiro a GNR das Caldas recebeu uma queixa pelo furto de uma carteira. Em Tornada foi assaltada uma roulotte e na Quinta da Mota (Alfeizerão) uma obra. No Pó assaltaram uma casa.
Três casas foram assaltadas a 7 de Fevereiro no Bárrio, Casal Oliveirinha e Gaeiras.
Na Benedita, dia 8, houve um furto no interior de um estabelecimento comercial. Em Casais da Ponte foi furtado um armário de distribuição da EDP. Nesse dia houve ainda a registar furtos de cobre em Vidais, Santa Catarina, Casal do Rodo, Amoreira e Turquel. A GNR recebeu também queixas da EDP por danos em poste nas Cruzes e A-dos-Francos. Em São Martinho do Porto furtaram um telemóvel.
Uma empresa foi assaltada a 9 de Fevereiro na Benedita. No mesmo dia assaltaram uma casa em Salir do Porto e um veículo em Óbidos.
Em Peniche um jovem de 16 anos foi apanhado pela PSP com haxixe suficiente para a confecção de cinco doses individuais. A droga foi apreendida e processo seguiu para a Comissão de Dissuasão da Toxicodependência.
A 10 de Fevereiro assaltaram uma oficina em Sair de Matos. Em Óbidos furtaram um transformador e na Amoreira roubaram material eléctrico. Duas viaturas foram roubadas no concelho de Alcobaça. Na Serra d’El Rei assaltaram um veículo.
No dia seguinte um estabelecimento comercial em Cós (Alcobaça) foi assaltada e uma carteira roubada num hipermercado em Óbidos. No Sobral do Parelhão furtaram um carro e no Bombarral assaltaram uma residência.
A GNR do Bombarral deteve, a 12 de Fevereiro, um homem por posse droga. No mesmo dia a mesma Guarda deteve outro indivíduo por posse ilegal de arma. Também no Bombarral houve um furto de uma carteira.
Um homem de 40 anos foi detido a 13 de Fevereiro pela PSP de Peniche na sequência de um mandado de detenção e condução emitido pelo tribunal, no âmbito de um processo de violência doméstica.
Um cidadão estrangeiro foi detido a 8 de Fevereiro na Delgada por conduzir uma mota sem ter carta. No dia seguinte a PSP das Caldas deteve um homem de 42 anos por conduzir com uma taxa de álcool no sangue de 2,32 gr/l.
De 6 a 12 de Fevereiro a GNR das Caldas da Rainha registou na área do seu destacamento territorial um total de 20 acidentes, dos quais resultaram dois feridos graves e oito feridos ligeiros.

PSP abre concurso para novos agentes

Foi aberto concurso para a admissão ao curso de formação de agentes da Polícia de Segurança Pública.
O concurso para a formação de agentes é válido para a ocupação de 300 vagas e servirá também para a constituição de reserva de recrutamento para as vagas que vierem a ser desbloqueadas para o ano de 2013.
As candidaturas só podem ser apresentadas via internet, bastando entrar em www.psp.pt, no portal de recrutamento, ou directamente em recrutamento.psp.pt e preencher correctamente todos os campos do formulário.

Pedro Antunes
[email protected]

1 COMENTÁRIO

  1. É mais um caso, de entre os muitos que se registam todos os anos pelo país fora e que têm, pelo menos, uma causa: a imprevidência e a despreocupação dos próprios condutores.
    Os tractores, máquinas pesadas e que não têm ou às quais são retirados os arcos de protecção que poderiam dificultar o esmagamento dos condutores em caso de capotamento, não se fizeram para servir de viaturas todo-o-terreno nem para andar a subir e a descer terrenos desnivelados e caminhos e estradas de grande inclinação. Apesar de serem pesadas e largas, estas viaturas não têm a estabilidade nem as condições de segurança dos veículos automóveis. E é fácil de perceber como podem “entornar-se” e, com elas, os seus condutores que os conduzem com o ar mais despreocupado deste mundo.
    Este é um dos casos onde é mais importante a responsabilidade individual do que a legislação. Mas o que prevalece é a irrresponsabilidade. E quanto ao papel preventivo que as autoridades de trânsito podem ter… é o costume: zero.
    o-das-caldas.blogspot.com/2012/02/tractores-mais-outro-que-morre.html