Entidades, empresas e autores oestinos na Feira Internacional do Artesanato

0
620

Foi a maior representação do artesanato caldense na FIA e as vendas foram boas para os participantes

Vários ceramistas, como Jorge Lindinho, marcaram presença na área do IEFP

Entre os dias 24 de junho e 2 de julho, decorreu a Feira Internacional de Artesanato (FIA), no Parque das Nações.
Logo à entrada deste certame, – que é o maior evento de artesanato da Península Ibérica e também o segundo maior da Europa e que recebeu milhares de visitantes – esteve o stand com 72 m2 onde estiveram representadas as Associações de Artesãos das Caldas, dos Bordados das Caldas e, pela primeira vez, esteve também a Associação Portuguesa das Cidades e Vilas de Cerâmica à qual pertencem os concelhos das Caldas e de Alcobaça. Esta associação esteve representada através de uma exposição, de algumas peças de cerâmica oriundas de várias regiões do país, e que poderia ser vista no stand caldense.
Segundo Júlia Lopes, participaram 19 artesãos da associação caldense que “se esmeraram” e como tal, as vendas “foram boas para nós”.
Entre os contatos feitos surgiu uma Associação de Artesãos do Rio de Janeiro “que está interessado em fazer intercâmbio connosco”, disse a presidente desta associação que vai marcar presença, a partir de 22 de julho, na Feira Nacional de Artesanato de Vila do Conde e, em agosto, na Fatacil, que decorrerá no Parque de Feiras e Exposições de Lagoa.

O empresário caldense, Mário Felizardo da Bernina é presença regular na FIA

As Caldas, Cidade Criativa da UNESCO do Artesanato e das Artes Populares, esteve também representada pela Associação de Bordados das Caldas e, segundo a sua responsável, Principelina Loução, levou trabalhos de várias bordadeiras e contou que ainda há visitantes “que não conhecem o bordados das Caldas e ficam muito surpreendidos quando conhecem a sua história”. Ao todo, neste momento são uma dezena de autoras que estão dedicadas a produzir o bordado local, que diz a lenda, foi iniciado pela Rainha D. Leonor e suas aias.
A semana passada, terminou mais um curso destinado a aplicar o bordado das Caldas a peças de vestuário. O resultado da formação foi tão bom que “queremos realizar um desfile de moda para apresentar as diferentes peças bordadas”, referiu a responsável que gostaria de concretizar este projeto ainda este ano, depois do verão. Depois das sapatilhas, Sempre atenta ao que se pode fazer de inovador , Principelina Loução gostaria de bordar também em modelos de sapatos. O próximo evento será as Tasquinhas e um setembro está previsto participar nas Jornadas do Património, em Leiria.
No espaço do IEFP estiveram Fernando e Milena Miguel, Luís Elias, Carla Soares, Ana Duarte (que trabalha com frutas desidratadas), José Luís Pires (figurado de Mafra), a ceramista Sandra Trindade, do Espaço 23, que é desenvolvido por Sandra e o seu marido, Hugo Trindade e que tem sede na Nazaré. Presentes com a ceramista Paula Monteiro estiveram as Cerâmicas do Moinho, que vão estar também a representar as Caldas no evento dedicado à cerâmica e que terá lugar em Barcelos.

O bordado das Caldas também esteve presente

Também Jorge Lindinho foi um dos ceramistas caldenses que esteve na área do IEFP. À Gazeta, o autor – que esteve a trabalhar ao vivo – contou que foi bom ter participado na iniciativa “não só nas vendas como nos contatos efetuados para futuros negócios com lojistas”. O empresário caldense Mário Felizardo é um dos participantes regulares na FIA. O representante da Bernina em Portugal teve um espaço onde apresenta as máquinas de costura e realiza vários workshops com as embaixadoras da marca.“Foram dias de muito trabalho mas correu tudo bem”, disse o empresário referindo também que as vendas “foram positivas”, apesar de estarem longe do que era possível comercializar noutros anos.
Além das Caldas, Mário Felizardo abriu loja em Lisboa há cerca de um ano e meio. “O stand das Caldas estava muito interessante”, referiu o comerciante que também gostou de ver o Rancho das Ceifeiras da Fanadia, que alegrou o público num dos dias do certame. ■