Letraria completa renovação na Casa das Senhoras Rainhas

0
586
Os responsáveis pelas empresas Unlock e Letraria, Miguel Velez, Filipe Macieira e Francisco Pereira, com o presidente da Câmara de Óbidos, Filipe Daniel

Cervejaria abre em Óbidos numa parceria da Unlock, que gere o hotel, e a cerveja artesanal Letra

A Letraria, uma cervejaria com origem no norte do país, chegou a Óbidos em conjunto com o hotel Casa das Senhoras Rainhas. Inaugurada no passado dia 15, a Letraria de Óbidos oferece uma experiência gastronómica com propostas de gastronomia portuguesa em formato de finger food, uma carta de hambúrgueres e francesinha, para degustar com uma vasta coleção de cerveja artesanal, na qual não falta, neste arranque, uma cerveja Letra harmonizada com ginja e chocolate.
A Letraria de Óbidos é a primeira incursão mais a sul da marca que tem origem no Minho e está bem implantada no Porto. É uma parceria da cerveja artesanal Letra com o grupo Unlock, que gere a Casa das Senhoras Rainhas há cerca de ano e meio.
“Quando a Unlock veio para Óbidos, com o hotel Casa das Senhoras Rainhas, percebemos que era preciso fazer alguma coisa diferente ao nível da gastronomia”, diz Miguel Velez, administrador executivo da Unlock, que perante a oferta diversificada já existente dentro das muralhas, optou por replicar o conceito que já tinham adotado em Viana do Castelo entre as duas empresas.
“Achamos que será um sucesso, primeiro porque não existe o conceito de cervejaria boutique aqui em Óbidos, depois porque a Letraria acaba por ser diferenciadora daquilo que se faz dentro de muralhas, e ainda porque traz toda a experiência de uma cerveja artesanal, feita em Portugal, num destino com muitíssimos turistas estrangeiros e quererem experimentar várias coisas”, acrescenta.
Já com presença no Porto, em Braga, Viana do Castelo, Ponte de Lima e Vila Verde, a chegada a Óbidos segue a política de expansão da Letra com a sua Letraria. “Do ponto de vista do turismo, Óbidos tem uma dinâmica que pode ser aproveitada, até no âmbito da marca, para outras situações, não é para nós uma passagem para Lisboa”, refere Francisco Pereira, administrador executivo da Letra.
Em Óbidos a Letraria tem “um espaço fantástico junto à muralha, que dá para fazer uma série de atividades, como eventos”, salienta. Na oferta, tem 12 torneiras de cerveja artesanal que vão mudando e “criando sempre novidade”, aponta, com uma coleção de cerca de 80 cervejas. Entre estas, nesta fase inicial, encontra-se a edição especial Letra Óbidos, feita em parceria com a Ginja Mariquinhas e que se trata de uma Belgian Blond com toques de ginja e chocolate.
Na componente gastronómica, existe uma carta de petiscos, uma francesinha com um molho de receita própria e uma carta de hambúrgueres.
Para a Unlock, a abertura da Letraria significa o cortar de meta sobre um ano e meio de investimentos na requalificação da Casa das Senhoras Rainhas, que incidiu também nos quartos e das diversas áreas da unidade.
“Óbidos era uma daquelas pontinhas do mapa que nós queríamos muito estar, porque tem uma dinâmica única, as entidades oficiais fazem uma promoção muito grande deste destino durante todo o ano, o que atrai turistas e investidores”, destaca Miguel Velez.
A empresa procurava “uma unidade que fosse muito exclusiva dentro daquilo que é Óbidos e a muralha”, refere, acrescentando que poderá existir interesse em alargar a sua oferta numa região “que se estende até ao mar e que tem conhecido um crescimento exponencial”.
De resto, a empresa entrou recentemente nas Caldas da Rainha com a associação ao 19 Tile. “Foi uma operação no sentido de proporcionar ao hotel a dimensão de um grupo hoteleiro e a exposição, a promoção e o crescimento do conceito”, refere Miguel Velez. O 19 Tile “também tem um conceito de gastronomia fantástico”, realça o CEO da Unlock.
A empresa tem uma rede de 22 hotéis distribuídos de norte e a sul do país. “Todos os hotéis têm que ter características únicas. Temos hotéis como este, encostado à muralha, hotéis do século XV, hotéis no meio de vinhas, em conceitos de enoturismo, em termas e agora, com o 19 Tile, num conceito cerâmico”, descreve Miguel Velez, acrescentando que a Unlock continua atenta a oportunidades de negócio na região.
Presente na inauguração, Filipe Daniel, presidente da Câmara de Óbidos, agradeceu o facto de as duas empresas terem escolhido Óbidos para investirem. “Estamos aqui como parceiros, alguém que acolhe as dinâmicas económicas e culturais no nosso território”, acrescentando que os eventos que o município e a empresa municipal organizam ao longo do ano possam contribuir para o crescimento dos negócios.
No conjunto da Casa das Senhoras Rainhas e da Letraria, trabalham um total de 13 pessoas. ■