Nova frutaria traz frutas e legumes da região ao centro das Caldas da Rainha

0
1167
Joana Ribeiro, de 22 anos, diz que o comércio de produtos frescos é a sua nova paixão

Abriu recentemente na rua do Montepio, a Frutaria “Sabores da Terra”. Joana Ribeiro, natural de Vila Nova (Alvorninha), conta que estava desempregada há quase um ano por isso decidiu “arriscar e abrir o meu próprio negócio”.
A jovem, de 22 anos, conta com a ajuda do seu namorado, João Pedro Capinha, para trazer ao seu espaço produção agrícola de vários produtores da região. Juntos têm a sua própria horta, onde produzem legumes e frutas, e compram outros produtos a agricultores de Vila Nov, A-dos-Negros (Óbidos), Alcobaça e Bombarral.
Desde que abriu a loja, a 23 de Junho, a empresária diz que tem corrido tudo bem e que inclusivamente a adesão das pessoas “tem superado as nossa expectativas”. Joana Ribeiro conta que sentiu que a publicidade boca a boca tem funcionado bem e que, como colocou um anúncio na Gazeta das Caldas, “houve gente que veio conhecer o novo espaço”.
A jovem comerciante investiu dois mil euros para a abertura do seu negócio. Conta que descobriu uma nova paixão, que é o comércio com produtos frescos e que, para já, está a ser uma óptima experiência.
O forte dos “Sabores da Terra” são as frutas e os legumes, mas também se vendem ovos caseiros, ervas aromáticas, vinho, feijão e grão. No futuro, quer ter à venda compotas caseiras.
A responsável considera que a sua loja pode ser uma boa alternativa à praça pois “tem produtos de qualidade com preços acessíveis a todos”.  Vinte quilos de batata nova custam cinco euros, enquanto que os pêssegos podem custar entre a 1 a 1,50 euros. As cerejas custam 2,30 euros e as laranjas 60 cêntimos o quilo.
Quem quiser dispõe de sacos de fruta – maçã ou pêra – com 3,5 quilos a 1,50 euros.
“Sabores da Terra” está aberto entre as 8h30 e as 19h00 e ao sábado a loja tem o mesmo horário, mas com uma pausa de almoço, entre as 13h00 e as 14h30. Fica no 1B da Rua do Montepio Rainha D. Leonor, onde antes funcionava a Florista da Rainha.

Natacha Narciso

nnarciso@gazetadascaldas.pt