Pastelaria do Zé tem nova morada

0
1574
José João e Laurinda Agostinho são o rosto desta pastelaria, conhecida pelo fabrico próprio

Ao fim de 31 anos, a Pastelaria do Zé mudou de instalações em finais de Março. Passou da Rua São João de Deus nº1 para a Rua Fernando Ponte e Sousa nº3.
O espaço, que antes ficava junto ao edifício principal da Secla, situa-se agora no Bairro do Lisbonense. “Mudei para uma área melhor”, disse o empresário José João Agostinho, de 67 anos, que fechou a sua casa comercial em final de Fevereiro. Mantém o espaço de café e de pastelaria e uma área que se dedica ao fabrico próprio e que é gerida pela sua mulher, a pasteleira Laurinda Agostinho. É das suas mãos que sai a produção diária que se vende na sua pastelaria. Também se dedica aos bolos secos e aos das épocas festivas tais como o bolo-rei e os folares de Páscoa. Muito famosas são as suas figueiras, folhados mistos e arrufadas que desaparecem em pouco tempo da vitrina daquele estabelecimento comercial.
José João Agostinho investiu na renovação do espaço, que anteriormente tinha acolhido outro café, mas não quis revelar o valor da remodelação.
Neste espaço comercial trabalham quatro pessoas: José João, a sua mulher, a filha e uma funcionária que já trabalha com a família há 22 anos.
“Há quem venha até aqui do Bairro da Ponte só para beber o café”, disse José João Agostinho, muito satisfeito com a mudança de instalações que tem atraído não só os antigos clientes mas também outros novos.
O espaço inclui 44 lugares sentados e quatro na esplanada.
A renovada Pastelaria do Zé funciona todos os dias entre as seis da manhã e das 19h00, excepto ao sábado, que é o dia de folga.