Quase 14 milhões de euros para iluminar o Oeste a LEDs

0
498

Os municípios do Oeste têm até 31 de Dezembro para implementar o projecto OesteLED, que prevê a substituição do parque de luminárias convencionais por outras de tecnologia LED. A luz verde foi dada agora pelo Programa Operacional da Valorização do Território e “obriga” que a candidatura de 13,8 milhões de euros seja concretizada até ao final do ano.
Na prática, este projecto significa a substituição da iluminação pública existente, desde logo o mercúrio e algumas de vapor de sódio, numa totalidade de 56 mil luminárias. Trata-se de praticamente metade das luminárias existentes na região (115 mil luminárias).
Tendo em conta que os municípios não têm todos o mesmo número de luminárias, ficou estabelecido que todos mudarão metade destas.
O presidente da Oeste Sustentável, Humberto Marques (também presidente da Câmara de Óbidos), revela que a candidatura é comparticipada a 85%, mas que 40 a 50% do valor é reembolsável através da poupança com as novas luminárias. O autarca de Óbidos destaca também que este é um projecto ímpar, dado que foi realizado pela OesteCIM e a agência Oeste Sustentável e agregou todos os municípios que a integram numa estratégia conjunta.
O projecto OesteLED foi concebido já em 2010 e depois reformulado em 2014 e agora aprovado, beneficiando de dinheiro ainda do QREN.