Rituals transferiu-se para a Rua das Montras

0
1089
notícias das Caldas
notícias das Caldas
A loja está agora no local da Perfumaria Zinália, a meio da Rua das Montras

Abriu recentemente na Rua das Montras a loja Rituals, que antes se encontrava na Rua Dr. Miguel Bombarda. Este estabelecimento comercial – que se dedica a produtos relacionados com o bem-estar e aos cuidados com o corpo – abriu nas Caldas em Dezembro de 2008 e pertence a Ângelo Ferreira e às irmãs Isabel, Margarida e Maria João Freitas.
“Desde o início do negócio que sempre pensámos em revitalizar este espaço na Rua das Montras, onde funcionou a a Perfumaria Zinália e que está arrendado à nossa família desde 1936”, conta Isabel Freitas, que é a sócia-gerente deste negócio.
A empresária está satisfeita por ter sido possível revitalizar aquele espaço, localizado numa das principiais artérias do comércio local. A renovação da loja teve um investimento de 30 mil euros.

“O negócio corre bem pois esta é uma marca com boa relação qualidade/preço e que pretende democratizar estes produtos ligados aos spas, como os cremes e os óleos”, disse a sócia-gerente. Na Rituals, acrescentou, “temos produtos a partir de dois euros e os mais caros, por norma, não excedem os 40 euros”.
Isabel Freitas diz ainda que a marca é uma das primeiras a aliar cuidados de corpo com produtos para a casa, se bem que os mais procurados são os primeiros. A Rituals aposta também em áreas como os workshops de maquilhagem e pensa até em organizá-los em horário pós-laboral, tendo em conta a disponibilidade das suas clientes que trabalham.
Este franchising, que nas Caldas é um negócio familiar, assegura dois postos de trabalho e, no futuro, se tudo correr bem, “podermos precisar de mais alguém, pelo menos em part-time”, comentou a sócia-gerente.
Isabel Freitas está satisfeita com a transição da loja pois “cumprimos o objectivo de vir para este espaço tão emblemático”. De qualquer modo acha que as Caldas da Rainha que se designa capital do comércio tradicional terá que fazer um esforço de dinamização. “Devemos unir-nos empresários, proprietários, Câmara e a ACCCRO e fazer algo para atrair as pessoas à cidade”, disse. A empresária sugere até “fechar” a Rua das Montras, colocando uma protecção que impedisse as pessoas de apanhar chuva e frio, tal como se faz noutras cidades europeias. Cita como exemplo Milão onde há ruas de lojas “protegidas” por girassóis gigantes que fazem uma espécie de “tecto”. Se fosse colocado algo ao longo da Rua das Montras, “até poderia funcionar como chamariz”, sugeriu.
Para a empresária não basta usar o epíteto de capital do comércio tradicional pois é hora de agir. “No nosso país há sempre um enorme atraso. Quando na maioria dos países se assiste ao retorno ao comércio e ao convívio na rua, aqui ainda estamos na onda dos centro comerciais”, disse salientando que a cidade necessita com urgência de se tornar mais atraente aos visitantes.
A Rituals funciona entre as 10 e as 19h00, de segunda a sábado, na Rua Almirante Cândido dos Reis (R. Das Montras), nº28.